Júlio Isidro foi submetido a uma cirurgia ao aneurisma que lhe tinha sido detetado há quatro anos. Uma publicação nas redes sociais do apresentador, de 74 anos, dá conta de que a intervenção aconteceu no dia 3 de setembro no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa.

No longo texto, publicado no passado domingo, Júlio dá conta do diálogo com o médico que antecedeu a cirurgia.

"Sabe que tem um assassino silencioso dentro de si?", perguntou-lhe o profissional de saúde, amenizando o discurso de seguida. "Tenha calma porque em princípio não vai morrer amanhã. Mas com esta dimensão começa a pisar os limites de segurança".

Foi então que o apresentador decidiu "dizer que sim à vida" e mostrar a sua vontade de avançar para a operação.

"Então vamos operar porque a minha vida não é morrer. Tenho duas filhas a crescer ainda mais e uma mulher que é o euromilhões da minha existência. E os aviões, e os livros , e viagens e alguns amigos", afirmou Júlio Isidro.

Por fim, e em modo de balanço, o apresentador mostrou-se grato a toda a equipa médica e direção da unidade hospitalar pelos cuidados ao longo de todo o processo.

"Dizer que sim à vida, dizer que não à morte, dizer na despedida que o tempo é o mais forte", rematou.

Leia o texto na íntegra na publicação abaixo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.