Ana Marques, que se encontra a substituir Júlia Pinheiro no programa das tardes da SIC, conduziu esta sexta-feira uma emotiva entrevista com a cantora Nucha.

Entre lágrimas de uma vida marcada por vários dramas e os sorrisos de quem completa no próximo ano 30 anos de uma carreira repleta de sucessos, a cantora abriu o livro da sua vida.

O primeiro grande embate: o divórcio

“Em 1998 foi o meu primeiro divórcio e aí eu senti realmente o meu mundo a cair”, começa por contar, recuando ao início da fase mais negra da sua vida.

“Naquele primeiro divórcio eu não estava preparada para viver sem”, confessa.

Oito meses depois a artista voltou a casar com a mesma pessoa, o ex-marido, com quem tem uma filha em comum – Catarina. Um novo e definitivo divórcio acabou por concretizar-se anos mais tarde.

O maior arrependimento: as duas tentativas de suicídio

Tal como a própria fez questão de admitir, foi com a primeira separação que o seu mundo ruiu e foi também nessa fase que, em desespero, Nucha tentou suicidar-se duas vezes.

“Como é que é possível eu ter tentado acabar com a minha vida duas vezes quando passado uns anos eu estava a lutar por ela [pela vida]?”, lamenta, explicando que hoje não percebe o que a levou a tais atos.

“Foi de uma injustiça muito grande, eu às vezes não me perdoo”, diz, recordando que na época a filha tinha apenas seis anos.

A doença que a fez 'ganhar' vida

Passados largos anos desta fase delicada, a cantora deparou-se com uma doença que a fez dar ainda mais valor à vida. Um cancro de mama diagnosticado em 2010.

Com a ajuda de familiares, amigos e da sua própria força interior, Nucha venceu a batalha contra o cancro e voltou a abrilhantar os palcos portugueses. Agora, com mais vida que nunca.

Leia Também: Futebolista do Hull City, com 26 anos, diagnosticado com cancro

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.