Foi em julho de 2019 que Diogo Amaral confessou em direto no 'Programa da Cristina', da SIC, que esteve durante sete meses viciado em drogas. A confissão foi inesperada e referia-se a um passado recente, mais concretamente à época em que o ator se mudou da TVI para a SIC.

Agora, Diogo Amaral volta a quebrar o silêncio e fala pela segunda vez sobre este tema particularmente difícil numa nova entrevista. Júlia Pinheiro foi a mulher capaz de o fazer recuar a este passado recente.

"Para mim, a adição é uma doença de sentimentos e tu nasces com ela", afirma Diogo num teaser da entrevista partilhado nas suas redes sociais. "Eu tenho uma doença", continua.

"Estava profundamente triste. Sou um puto feliz e de repente via-me num vazio... a única coisa que me tirava da realidade era usar drogas. Fiquei no limite de desfazer tudo, mais um mês e eu desfazia isto tudo", pode ainda ouvir-se na entrevista, que vai para o ar de forma completa esta sexta-feira, dia 24.

Nas suas redes sociais, onde resolveu divulgar esta conversa franca com Júlia Pinheiro, Diogo deixou um agradecimento à apresentadora. "Não é o passado que nos define, o que nos define é o que somos hoje em dia. Obrigado Júlia pela forma humana como que conduziste a conversa", declara.

Leia Também: Manuel Melo lembra vício em drogas: "Sou adito e vou ser o resto da vida"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.