‘Chris Rock: Tamborine’ é o nome do espetáculo de stand up, que marca o regresso do comediante e estreia esta quarta-feira, dia 14, na Netflix. Nesta performance, Chris acaba por falar muito na sua vida pessoal e confessar alguns segredos ao público.

“O divórcio foi culpa minha, eu fui um idiota. Eu não ouvia o que ela dizia. Eu não era gentil com ela. Eu tinha uma atitude terrível, pensava: ‘Eu estou a pagar tudo, posso fazer o que quiser’. Esse tipo de m**** não funciona. Eu achava que eu era o máximo”, confessou o ator no meio das suas piadas.

“Quando homens como eu traem a esposa, é porque estão à procura de ‘algo novo’. Mas o que acontece é que a mulher descobre, e agora ela é uma pessoa nova – ela nunca mais vai ser a mesma. Agora tu tens algo novo, mas não é bom”, acrescentou Chris Rock, que se separou de Malaak Compton-Rock em 2014, após 18 anos de casamento.

“Tens que aprender algumas lições. Eu sei que fui eu quem fiz essa m**** com a minha vida, o meu casamento. Não é culpa de ninguém, ninguém me mandou trair a minha esposa. Eu fiz essa asneira”, rematou.

Por fim, Chris Rock acabou por dizer, entre piadas, que era viciado em pornografia: “Eu era viciado em pornografia. Eu chegava 15 minutos atrasado a todos os locais”, brincou o ator.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.