Carlos Cunha foi esta quinta-feira, dia 25 de março, convidado de Júlia Pinheiro, programa onde recebeu diversas homenagens dos amigos mais próximos, onde se incluiu a ex-mulher, Marina Mota.

O ator referiu que hoje em dia os dois são grandes amigos e que a separação foi "tranquila", ao contrário do que na altura foi noticiado pela imprensa.

A única coisa que o chateou foi o facto de ter descoberto a relação que Marina teve depois com Oceano, precisamente através da comunicação social, assunto que foi resolvido com um jantar.

Outra das curiosidades reveladas é que os dois só oficializaram o divórcio 15 anos após se separarem. "Fomos à Conservatória em Cascais. 'Vocês não querem reconciliar, não querem ter um tempo?'. Começamos a explicar. Dissemos que estava resolvido e que não havia nada para dividir. A senhora acabou a rir connosco, foi uma risada", relembra Carlos.

Posteriormente, o artista foi presenteado com uma declaração de Marina, que notou que o "amava muito" e que estava orgulhosa da filha que tiveram em comum, Érica, de 38 anos.

Leia Também: Carlos Cunha revela dificuldades em encontrar trabalho

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.