Camila Cabello revelou os efeitos que o confinamento, por causa da pandemia, tiveram na sua saúde mental. Ao contrário de muitas pessoas, a artista latina conseguiu encontrar um lado positivo nesta 'pausa forçada', após nove anos seguidos de trabalho intenso.

"Antes do confinamento estava com um esgotamento. Vivia com uma enorme ansiedade. Era demais e não era sustentável. Sentia como se estivesse a correr com uma perna partida, mas não estava a ouvir o meu corpo", confessou numa entrevista ao Page Six.

"Dizia para mim mesma que estava bem, que 'devia sentir-me bem'. O que precisava de ter dito era, 'como é que eu realmente me sinto?' e permitir-me a isso. Devia ter-me permitido a pedir ajuda - porque precisava. Precisava de terapia", notou.

"A pandemia deu-me uma pausa para dizer, 'não vamos mais correr com esta perna partida, vamos curá-la'", disse ainda.

"No último ano encontrei um novo terapeuta, fiz grandes progressos e sinto-me muito melhor. Tenho vindo a trabalhar num ritmo tão intenso desde os 15 anos, que nunca tibe a oportunidade de [perguntar] 'como é que é viver sem esta pressão?'. Senti-me como nunca nesta pausa", completou.

Recorde-se que antes de se lançar a solo, Camila ficou conhecida no grupo Fifth Harmony, do qual fez parte de 2012 e 2016.

Leia Também: Shawn Mendes junta-se a Camila Cabello na estreia de 'Cinderela'

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.