Ângela Pinto abriu o livro da sua vida em entrevista a Júlia Pinheiro. A atriz esteve no programa das tardes da SIC para pela primeira vez em televisão contar a sua história, desde a infância à idade adulta.

Ângela nasceu em casa e foi o pai quem fez o parto. À sua espera estava uma família unida, cheia de amor para lhe dar.

Os irmãos e a mãe fizeram parte da conversa com mensagens de amor. Palavras que tocaram o coração da atriz e a deixaram em lágrimas.

Ângela tinha tudo para ter uma infância feliz, mas sem perceber o motivo era uma criança depressiva.

Sofria de crises depressivas e chegou a ser levada ao médico pela mãe. "A minha mãe levou-me ao médico mais do que uma vez", revela, explicando que não se recorda desse período da sua vida.

Mesmo sem que a própria ou a família fossem capazes de encontrar motivos para o que estava a acontecer, estas crises duraram até aos 10 anos. Depois disso, Ângela garante que não voltou a sofrer com estas crises.

Leia Também: Saiba tudo sobre a função de Maria Botelho Moniz no 'Big Brother 2020'

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.