Parece quem em breve o Palácio de Kensington irá abrir um processo de recrutamento. O assistente pessoal do príncipe William, Christian Jones, deixou de exercer o cargo após 11 meses, conforme relata o Telegraph.

Jones foi contratado em março de 2020 depois de Simon Case ter ido trabalhar para o primeiro-ministro, Boris Johnson.

A saída do assistente, conta o jornal, aconteceu porque este ir-se-á associar à Bridgepoint, uma empresa que lida com conflitos laborais.

Apesar desta mudança, Christian irá continuar a aconselhar os duques de Cambridge, mesmo estando afastado da posição.

Ou seja, a ligação profissional terminou mas a amizade mantém-se.

Leia Também: Reencontro dos príncipes Harry e William servirá para lavar roupa suja?

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.