Anderson Cooper, o conhecido jornalista da CNN, emitiu ontem um comunicado em que assumiu a sua homossexualidade, frisando que não tem nada a esconder e que pretende tomar uma posição contra o bullying.

“O facto é: sou gay, sempre fui e sempre serei e não poderia estar mais feliz, confortável comigo mesmo e orgulhoso”, revelou o apresentador de “Anderson Cooper 360”, do canal CNN, ao jornal The Daily Beast.

“Ainda existe muito bullying entre os jovens, assim como discriminação e violência contra pessoas de todas as idades, com base na sua orientação sexual, e por isso decidi tornar clara a minha posição”, referiu ainda o jornalista.

Anderson Cooper que viaja frequentemente para zonas de guerra, muitas vezes em países onde a homossexualidade é vista com maus olhos, afirmou pensou bastante antes de tomar esta decisão, pois acredita que a vida política, religiosa e amorosa dos repórteres não deve ser discutida em público.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.