Mila Kunis está a dar que falar na imprensa internacional. Isto porque a atriz denunciou algumas situações constrangedoras por que passou durante a sua carreira, devido ao seu sexo.

Numa carta aberta, Kunis revela que um produtor de um filme chegou a ameaçar acabar com a sua carreira, caso não posasse quase nua para uma revista de homens. “Tu nunca mais vais trabalhar nesta cidade”, terá dito o produtor, cujo nome não foi revelado.

Na carta escrita para a A Plus, um site fundado pelo marido Ashton Kutcher, Kunis confessa que muitas vezes se sentiu um “objeto”.

“Ao longo da minha carreira houve momentos em que fui insultada, marginalizada, mal paga, ignorada e vítima de outro tipo de ofensas relacionadas com o meu sexo”, garante.

“Aprendi que para uma mulher ser bem sucedida nesta indústria tem de jogar segundo as regras do clube de homens. Mas quanto mais envelheço e trabalho nesta indústria, mais me apercebo que tudo isto não passa de mentiras! E pior, há uma cumplicidade naquilo que está a acontecer”, acrescenta.

Mila Kunis garante, por isso, que a partir de agora não vai aceitar mais silenciosamente comentários sexistas e que vai sempre encará-los de frente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.