Na noite deste domingo, Agir fez uso das redes sociais para partilhar uma mensagem ofensiva que recebeu na madrugada do dia 10 de julho a propósito de ter o corpo repleto de tatuagens.

"Exmo Senhor. Alguém como V. Exa. que mutila o corpo gratuitamente só pode sofrer de algum tipo de distúrbio mental. Numa sociedade que procura o bem estar do ser humano a mutilação não faz sentido e não pode ser justificada com práticas de outras raças. Assim tenho de concluir que não pode fazer parte da raça humana e merece ser tratado como tal. Seja feliz e deixe-se de palermices", lê-se na mensagem.

Abismado com os insultos, o cantor acrescentou na legenda: "Ao trabalho que esta gente se dá. Fazer um perfil falso para dizer disparates destes. Tempo livre a mais, certamente".

Quem ficou igualmente indignada foi Carolina Deslandes. "Cresce-me um monstrinho cá dentro só me apetece partir a boca a essa gente", escreveu na caixa de comentários.

Leia Também: Carolina Deslandes "assaltada" e "mal tratada" em bar do Porto

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.