Cristina Ferreira esteve hoje à conversa com Manuel Luís Goucha para partilhar como viveu a experiência do isolamento, durante 14 dias, após ter estado em contacto com Bárbara Bandeira, que testou positivo para a Covid-19.

A apresentadora explicou que teve alguns sintomas, mas que os mesmos foram psicológicos. "A sensação é terrível, por mais que digam que não, é uma sensação de prisão, de jaula que é muito complicada", notou.

Posteriormente, confessou que apesar da primeira semana ter sido o "paraíso", tendo em conta o intenso ritmo de trabalho que mantém, mais tarde sentiu-se isolada quando não conseguiu estar com a família.

Cristina garantiu que não esteve em contacto com rigorosamente ninguém, até porque o filho, Tiago, ficou aos cuidados do pai e dos avós assim que soube que tinha de ficar em casa.

A anfitriã revelou ainda que todos os dias recebia um telefonema da médica, não por ser uma figura pública, mas porque este é o procedimento normal, sendo que varia de distrito para distrito tendo em conta o número de casos.

Quanto ao teste, a diretora de Entretenimento e Ficção da TVI afirmou que não é tão doloroso como parece e que é bastante rápido.

Nesta mesma conversa, Cristina partilhou que sentiu que foi agraciada por Deus pelo facto de ter cumprido exatamente os 14 dias. Isto porque, apenas um dia antes a sua equipa, incluindo o realizador, teve de ir toda para casa de quarentena ao fim de se descobrir um caso positivo. "Se tivesse voltado ontem tinha de ficar mais 14 dias em casa", nota.

Por fim, revelou que o seu próximo programa, 'O Dia de Cristina', está marcado para terça-feira da próxima semana. Isto se, entretanto, não acontecer nada...

Leia Também: É assim que Cristina Ferreira anda na rua. O que achou deste visual?

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.