Joana Freitas fez um grande desabafo na sua conta de Instagram acerca da pressão que as pessoas que os seus utilizadores, sobretudo as mulheres, sentem para mostrar a vida de uma determinada forma.

"Há uns meses atrás andava sem paciência para o Instagram, cheguei a comentar com amigas e com a minha agência que já não me revia nesta plataforma. Sentia-me ridícula quando percebia que perdia seguidores por não postar mais fotos de looks de roupa ou por não alimentar futilidades... não tinha paciência porque a minha vida sempre foi vender mentiras, vender trapos e uma imagem bonita!", começa por confessar.

"Percebi que não sou assim, e não quero alimentar uma indústria de mentiras numa plataforma que é minha!", garante. "Nunca vi as pessoas terem tanto e viverem tão sozinhas e tão infelizes! Esta, que devia ser uma rede de partilha e com o propósito de unir pessoas, afasta-nos cada vez mais. E quase ninguém se apercebe", adianta.

Neste sentido, Joana Freitas ainda falou da curiosidade que existe à volta da sua vida como mãe solteira: "A sociedade ainda não está preparada para isto, há muita gente que ainda acha que uma mãe solteira está na condição que está porque quis, quando na maioria das vezes é uma coisa que lhe foi imposta. Como se o erro fosse ela, a mulher.. que está sozinha com o filho! Poupem-me", completa.

Leia o texto na publicação que se segue.

Leia Também: "Ter chegado à Netflix é o que se diz estar no sítio certo à hora certa"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.