“Tudo o que as Servas usam é vermelho: a cor do sangue, que nos define”. As palavras de Defred, personagem nuclear “A História de Uma Serva” (Bertrand Editora), chegam-nos de um futuro indefinido, onde impera uma nova ordem social. Uma sociedade teocrática onde as mulheres para sobreviverem, têm de se deitar de costas e rezar para que o Comandante as engravide. Numa era de nascimentos em declínio, Defred e as outras Servas são valorizadas apenas se forem férteis.

Defred lembra-se dos anos antes de Gileade, em que era uma mulher independente, com um emprego, uma família e um nome seu. Agora, as suas memórias e a sua vontade são atos de rebelião contra o Comandante e a sua mulher.

A adaptação do clássico contemporâneo de Margaret Atwood, escrito há 15 anos, chega aos escaparates nacionais pela mão da artista Renée Nault, canadiana conhecida pelas suas vívidas e oníricas ilustrações em aguarela e tinta.

“A História de Uma Serva”, adaptado a premiada série televisiva, contará com a sequela nas livrarias nacionais em março próximo, com "Os Testamentos".

Para ganhar um dos três livros que estamos a oferecer terá de responder acertadamente às duas perguntas que deixamos.

O passatempo decorre até às 11h00 do dia 17 de fevereiro de 2020.

APENAS AS PARTICIPAÇÕES QUE INCLUAM OS DADOS SOLICITADOS SERÃO CONSIDERADAS.

Se tiver alguma dúvida poderá enviar um e-mail para sapolifestyle@telecom.pt. Não serão respondidas a dúvidas na caixa de comentários.

Cada participante pode concorrer uma única vez. As segundas participações recebidas não serão tidas em linha de conta.

Passatempo válido em Portugal continental e arquipélagos dos Açores e da Madeira.

Os vencedores serão anunciados a 17 de fevereiro de 2020 a partir das 15h00.

Boa sorte!

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.