“Os episódios da vida do sexto presidente da Ucrânia apresentados neste livro são peças do puzzle que compõem o retrato de Volodymyr Zelensky. O homem sem experiência política nem conhecimentos relevantes que prometeu aos ucranianos que mudaria o país. O homem que mereceu a confiança de 13,5 milhões de eleitores. Neste livro não haverá moralismos, parcialidade e manipulações. Apenas os factos. Procurei criar um retrato sem maquilhagem”, escreve Sergii Rudenko, editor-chefe de Espresso TV e colunista do Deutsche Welle, na introdução.

A biografia, editada em Portugal pela Casa das Letras, começa por apresentar Zelenskyi como um presidente pela paz e acaba a descrever o comportamento do presidente em plena guerra. Destaca a subida ao poder em 2019, mas também as diversas derrotas no Olimpo político. A história do homem que, sem qualquer experiência política ou conhecimento relevante, prometeu aos ucranianos mudar o país. O homem que aceitou confrontar Vladimir Putin e alterou a opinião pública mundial - passando de um presidente com poucos sucessos e um mau ranking para um presidente protetor do seu povo, defendendo não só a Ucrânia, mas a liberdade da Europa.

créditos: Casa das Letras

“Vladimir Putin não deu escolha a Zelensky – em vez de Presidente da Paz teve de se tornar o Presidente da Guerra. A missão que lhe calhou não é nada fácil – liderar a Ucrânia no combate contra os ocupantes russos. É um desafio tremendo para alguém que nem sequer fez serviço militar e nunca teve qualquer experiência política até 2019. Ninguém sabe como e quando acabará a guerra russo--ucraniana. Tal como ninguém sabe como será a Ucrânia no pós-guerra. Mas não restam dúvidas de que o papel dos ucranianos na Europa e no mundo será importante”, escreve o autor do livro que contou com tradução do ucraniano para o português de Elena Luchyna.

Jornalista Sergii Rudenko. créditos: Casa das Letras

Sergii Rudenko não tem qualquer ligação direta a Zelensky nem ao gabinete do presidente e é escrito de um ponto-de-vista totalmente independente. Não é nem pró-Zelenskyi nem Pró-Poroshenko, mantendo uma distância. Com depoimentos de políticos ucranianos como Roman Bezsmertnyi, Geo Leros e Ruslan Ryaboshapka, mas também de cientistas e politólogos como Viktor Bobyrenko.

Sergii Rudenko nasceu em 1970, na região de Sumy na Ucrânia. É editor-chefe de Espresso TV e escreve numa coluna semanal do Deutsche Welle. Trabalhou para a Rádio Svoboda na Ucrânia, foi editor-chefe das edições Now, Gazeta 24 e Glavred. Fundador do portal de livros Bukvoid, publicou livros sobre a entourage de Viktor Yushchenko, Yulia Tymoshenko e Viktor Yanukovych, que, de acordo com a revista Correspondent, foram incluídos no TOP 20 dos melhores livros (3.º lugar na categoria de jornalismo).

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.