"Decidimos mobilizar-nos contra a tendência dos fabricantes em lançarem para o mercado produtos com data de prazo muito curta. É a chamada obsolescência programada, ou prematura. Os consumidores podem denunciar essas situações, através da ferramenta criada para o efeito no site desta organização de defesa dos consumidores", explica a DECO.

Na plataforma, os consumidores, podem de forma simples, denunciar a brevidade da vida do seu aparelho. Podem denunciar qualquer situação de aparelhos de duas famílias, a tecnológica (smartphones, computadores, tablets, entre outros) e a dos eletrodomésticos, desde televisores a máquinas de lavar e secar.

Esta ferramenta faz parte de um amplo projeto europeu, o PROMPT, segundo a sigla em inglês (que se poderá traduzir por algo como “programa de teste à obsolescência prematura dos produtos”) e que agrupa algumas associações de consumidores congéneres de outros países da Europa.

Lançado em maio, o PROMPT é um consórcio de investigadores, organizações de consumidores, e plataformas e empresas de reparação de toda a Europa, com sede em Berlim, na Alemanha.

Esta parceria de quatro anos é financiada pelo programa europeu Horizonte 2020 e é mais um dos vários passos que a Comissão Europeia pretende dar em direção a uma economia circular.

"A ideia é combater estes ciclos de vida curtos de alguns aparelhos, com benefício para o consumidor e uma sociedade mais sustentável, que não esteja sujeita à acumulação de resíduos. Só para dar uma ligeira noção do problema, o crescimento de resíduos elétricos e eletrónicos no espaço europeu aumenta 3 a 5% por ano, devendo chegar a 12 milhões de toneladas em 2020", explica a DECO em comunicado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.