O município de Barcelona está a preparar uma ação legal contra uma discoteca que ofereceu a mulheres "sem marido" uma recompensa de 100 euros, bilhete de entrada e uma bebida se entrarem no local "sem cuecas".

Além do município, também a conselheira do grupo Feminismos e LGTB, Laura Perez, reagiu a esta iniciativa na rede social Twitter, classificando-a de "machismo obsceno" e "vergonha alheia", acrescentando: "As mulheres não são mercadoria. Estudaremos ações legais!".

A discoteca de striptease masculino Bailódromo Caña Dulce, no centro de Barcelona, publicita num folheto esta oferta, procurando atrair as mulheres "sem cuecas" com a foto de homens em tronco nu que aparecem por cima de um grupo de mulheres em biquíni, segundo a agência de notícias espanhola Efe, escreve a Lusa.

A oferta, acrescenta, é válida para todos os sábados de fevereiro, e os organizadores acrescentam ainda bolo de aniversário e champanhe em caso de aniversário.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.