Homenageando “A Paródia” (1900-1907), o último jornal criado por Raphael, a nova linha “Paródia”, da Bordallo Pinheiro, agrega uma síntese contemporânea de algumas das suas mais icónicas criações – das andorinhas às couves, dos gatos aos morangos, dos tomates a motivos florais –, cruzando-as com a obra gráfica presente nos jornais do mestre e nas muitas publicações que ilustrou.

O jornal “A Paródia”, com tiragens na ordem dos 25 mil exemplares, foi o terceiro periódico humorístico criado por Raphael Bordallo Pinheiro, que também dirigiu, tendo encerrado portas dois anos após o falecimento do seu fundador.

Usando da sua ímpar visão de caricaturista, Raphael Bordallo Pinheiro satirizou a vida pública, nomeadamente a vertente política da época, tendo contado com a colaboração do seu filho Manuel Gustavo Bordallo Pinheiro, que chegou a dirigir o jornal após a morte do pai, até ao terminus da publicação.

A Paródia de Bordallo Pinheiro
A Paródia de Bordallo Pinheiro créditos: Bordallo Pinheiro

Tal como as ilustrações que povoavam “A Paródia”, numa sátira à sociedade, nomeadamente a política, todos os elementos desta nova linha de peças convivem em amena cavaqueira pelas suas superfícies, em baixos-relevos que convidam à descoberta, como se de uma paródia se tratasse.

Os fundos, bem como os desenhos de Bordallo, estão cheios de inusitados elementos gráficos, e os baixos-relevos são realçados pelos efeitos criados pelos tradicionais vidrados da marca criada em 1884.

Esta linha, composta por peças de mesa, de servir e decorativas, é apresentada em cinco cores (branco “antique”, cinza gato, azul foz, coral e verde citrinos), permitindo uma grande versatilidade de combinação.

A Paródia de Bordallo Pinheiro
A Paródia de Bordallo Pinheiro créditos: Bordallo Pinheiro

Nuno Barra, administrador da Bordallo Pinheiro, classifica esta nova linha “como uma justa homenagem a uma das muitas áreas artísticas do mestre Raphael, talvez uma das menos conhecidas das novas gerações de admiradores da sua obra multifacetada. Ao lançarmos “Paródia” estamos não só a lembrar o último dos três jornais que criou no início do século 20, como lhe adicionamos traços dessa vertente humorística às icónicas peças de cerâmica que também são de sua autoria".

"No fundo, fundimos duas das facetas de Raphael Bordallo Pinheiro em peças de rara beleza artística e que estou convicto que vão agradar aos admiradores da marca que se renova e reinventa todos os dias, mas sem perder a matriz e o ADN do seu criador. É com esta simbiose que a Bordallo tem vindo a ganhar notoriedade de forma crescente no país e no estrangeiro”, sublinhou o gestor.

A coleção encontra-se à venda na rede de lojas da Bordallo Pinheiro, incluindo a sua loja online e nas lojas Vista Alegre.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.