Uma quinta duriense, uma associação de apaixonados pelo Douro, um programa que desafia as artes e o debate de ideias para promover aquela Região. É já no dia 9 de julho, pelas 17h30, que a associação Amigos de Ventozelo se apresenta oficialmente com a inauguração de uma exposição de Sobral Centeno, que ficará patente até dia 9 de setembro na Quinta que dá o nome ao coletivo.

Esta exposição ímpar faz parte do programa “Artes & Ideias em Ventozelo” para o biénio 21-22, um projeto que vai ao encontro do objetivo primordial desta associação: a promoção, divulgação e defesa da Quinta de Ventozelo e da Região do Douro, das suas belezas naturais, produtos e recursos.

Fundada pela Quinta de Ventozelo com as várias empresas do grupo Gran Cruz - onde a par da produção vinícola ativa existe também o projeto enoturístico Ventozelo Hotel & Quinta - a associação Amigos de Ventozelo almeja desta forma dar um contributo para a definição de uma estratégia de desenvolvimento do Douro, económica, social e ambientalmente sustentável.

Quinta de Ventozelo
Quinta de Ventozelo créditos: Luis Ferraz / Qt. Ventozelo

Artes & Ideias em Ventozelo: o que esperar?

O programa “Artes & Ideias em Ventozelo” divide-se em dois eixos concretos, que se pretende que sejam criativos e provocadores.

Comecemos pelas “Artes”: entre 2021 e 2022 serão inauguradas seis exposições com curadoria de Manuel Novaes Cabral (que assume também a presidência da Direção da associação Amigos de Ventozelo) e de Nuno Faria.

Estas deverão intercalar um artista plástico consagrado, que apadrinhará de seguida o convite a um artista mais jovem. As exposições estarão patentes durante cerca de dois meses na Quinta de Ventozelo, sendo depois transferidas pelo mesmo período de tempo para o Espaço Porto Cruz, em Gaia.

Para todas as exposições serão editados catálogos individuais, que posteriormente serão reunidos numa coleção conjunta final.Com origens precisamente em São João da Pesqueira, onde fica localizada a Quinta de Ventozelo, o primeiro artista convidado é Sobral Centeno.

Sobral Centeno
Sobral Centeno créditos: Filipe Braga

Nas palavras do curador Manuel Novaes Cabral, este artista “é um homem do Douro. Fez a sua formação e vida profissional fora do Douro. No entanto, o Douro nunca saiu dele. Poderíamos dizer o que Agustina disse do Porto: o Douro não é um lugar, é um sentimento. Sobral Centeno volta ao Douro sempre que pode e guarda-o na sua alma, transportando em si traços nostálgicos das suas memórias mais recuadas.

Pinta-o de cor, interpretando a sua realidade filtrada pela sua vivência cosmopolita”.Com inauguração a 9 de julho, pelas 17h30, a exposição “Margens” conta com 20 obras de Sobral Centeno, e é a primeira deste ciclo de “Artes & Ideias em Ventozelo”.

A Quinta de Ventozelo

A Quinta de Ventozelo é uma das maiores e mais antigas Quintas do Douro. Foi passando por diferentes mãos ao longo dos séculos, mãos que a foram moldando e transformando até àquilo que é hoje.

Situada na margem esquerda do Douro, ao chegar a Ervedosa, a Quinta de Ventozelo é das mais bonitas e impressionantes da região. Este vasto anfiteatro sobre o rio são “as portas do silêncio do Douro”, onde o tempo parece correr mais devagar. A tranquilidade e a ligação plena à Natureza são o valor intangível principal desta Quinta.

Voltando aos seus primórdios, a primeira referência histórica de Ventozelo data de 1288, mas é por volta de 1500, por emprazamento ao mosteiro Cisterciense de S. Pedro das Águias, que entrou na posse dos fidalgos da Casa do Poço, de Lamego, que a fundaram como Quinta.Em 2014, a Quinta de Ventozelo foi adquirida pela Gran Cruz, a maior empresa exportadora de vinho do Porto em Portugal, que já transformava as suas uvas desde 2011.

A estratégia da Gran Cruz busca, desde esse momento, valorizar o enorme potencial da propriedade. Isto passa não só por trabalhar a riqueza e diversidade dos seus vinhos, mas também por apostar no azeite, no enoturismo e no turismo de natureza.

Quinta de Ventozelo
Quinta de Ventozelo

Exemplo ímpar desta estratégia e vontade foi o nascimento do Ventozelo Hotel & Quinta, em 2019. Num envolvimento total com este lugar e o seu terroir, todo o trabalho desenvolvido tem como principal foco privilegiar e preservar a sua simplicidade e autenticidade.

O projeto de Ventozelo quer transformar a Quinta numa propriedade modelar e única na região, sem per-der de vista a sua história. Afirmar a excelência dos seus vinhos e outros produtos agrícolas, salvaguardar a riqueza natural dos seus habitats e fomentar a biodiversidade, são passos fundamentais para garantir a sua sustentabilidade produtiva e ambiental a longo prazo.

O desafio proposto passa por afirmar o prestígio e notoriedade da marca Ventozelo, fugindo à rotina e explorando novos caminhos. E isto implica arte. Não só arte no sentido de saber-fazer com maestria e brio, mas arte aliada à capacidade de inovação científica e técnica, num cruzamento de saberes que se reforçam, entre tradição e modernidade.

O objetivo é que a Quinta de Ventozelo seja cada vez mais um lugar que oferece sensações únicas e memoráveis, seja através de experiências de Natureza, dos vinhos, do azeite ou mesmo só da contemplação. Foi com tudo isto em mente que nasceu a associação Amigos de Ventozelo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.