Com o frio, a chuva, o vento e as geadas, ir para o jardim, para a horta e/ou para o pomar é aquilo que menos apetece mas, como diz o ditado popular, não há escapatória possível porque "o que tem de ser tem muita força". No inverno, além de se protegerem as culturas das intempéries da estação, prepara-se também a primavera, pelo que trabalho não falta. Descubra, de seguida, as muitas tarefas a incluir na sua agenda.

O que o espera no jardim

É tempo de podar as árvores e os arbustos de folha caduca e de plantar e transplantar as árvores e os arbustos de raiz nua, como é o caso das roseiras. Aproveite para proteger as plantas mais sensíveis das geadas, colocando uma cobertura de solo para assegurar essa defesa.

No inverno prepara-se a primavera. O (muito) que há para fazer no jardim, na horta e no pomar

Esta é também uma boa altura para efetuar estacaria a partir das podas e para plantar bolbos, rizomas e outros órgãos subterrâneos que irão dar flores na primavera, como é o caso das açucenas, das amarílis, das dálias, dos gladíolos, das iris, das íxias, dos jacintos, dos jarros, dos junquilhos e dos trevos.

O que há para fazer na horta

Proteger as hortícolas mais sensíveis com cobertura de solo nas zonas de geada é uma das prioridades nesta altura. Este é também um bom período para preparar as camas quentes onde vai semear pimentos, malaguetas, tomateiros e beringelas e também para plantar espargos.

No inverno prepara-se a primavera. O (muito) que há para fazer no jardim, na horta e no pomar

Preparar os canteiros a semear e a plantar em janeiro e fevereiro e incorporar matéria orgânica é outra coisa a fazer antes destes meses terminarem. No sul e em zonas abrigadas de geada, deve plantar batatas de variedades temporãs previamente geladas.

O que é preciso fazer no pomar

Também aqui é preciso arregaçar as mangas. Além de plantar e de transplantar árvores e arbustos de fruto de folha caduca, há que plantar morangueiros, incorporando-lhes bastante matéria orgânica. A poda de árvores e arbustos de fruto de folha caduca é outra das tarefas a considerar, assim como fazer tratamentos fitossanitários preventivos para combate de formas hibernantes.

No inverno prepara-se a primavera. O (muito) que há para fazer no jardim, na horta e no pomar

Nas zonas onde ocorrem geadas, proteger as plantas mais sensíveis, como é o caso das araçãs, dos maracujás e das physalis, colocando uma cobertura de solo, é outra das tarefas essenciais. Efetuar estacaria a partir das podas, como exigem por exemplo, as amoras, as framboesas, as groselhas e as uvas-espim, é outra das tarefas a empreender naqueles que são, habitualmente, os meses mais frios do ano.

Texto: José Pedro Fernandes (engenheiro florestal)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.