Ai se fosse tão fácil ver o bolor em casa como se vê nos alimentos... sem dúvida, seria bem melhor! Não só sabia como e onde o combater, como deixariam de existir riscos para a sua saúde. Infelizmente há fungos tóxicos que podem afetar consideravelmente a sua saúde e não só a “saúde” das suas paredes. Fique a saber se há mofo oculto em sua casa...

Manchas nas paredes

Costuma ser sinal de alerta, até porque a maioria das pessoas associa logo a humidade. Tendemos a associar quando são manchas mais escuras ou pretas a bolor e, provavelmente, a ignorar outro género de coloração. No entanto, as manchas podem ser verdes, laranjas, castanhas e até mesmo brancas, num tom muito leve e por vezes quase imperceptíveis. Mesmo que sejam meros pontos na parede, o ideal é que esteja atento e tome as devidas precauções. Para além do fungo se propagar com o tempo, o problema pode estar à espreita do outro lado da parede.

Cheiro

Uma vez que as manchas por vezes podem ser pouco visíveis, outro dos sintomas que a sua casa pode apresentar é um cheiro estranho. Caso note um cheiro constante a bafio, a rançoso ou algo semelhante a uma peça de roupa molhada que não secou nas devidas condições, pode significar que já existe bolor em alguma parte. À medida que este vai crescendo e propagando, é comum libertar compostos microbianos e voláteis e daí o cheiro desagradável. Tente a todo o custo seguir o rasto do cheiro para descobrir a sua origem. Abra gavetas, armários, etc...

Tosse

Tem uma tosse insistente e não esteve constipado nem tem tendência a alergias? O stachybotrys chartarum é um bolor negro ou mofo preto tóxico bastante tóxico ao ser humano, causando irritação na garganta, pieira e alguma falta de ar. É composto por uma variedade de microfungos que libertam micotoxinas que acabam por danificar as células do nosso organismo. A tosse que sente é este a tentar expelir o intruso indesejado.

Dor

Mas os malefícios para o organismo não se ficam pela tosse... a exposição a estas micotoxinas pode ainda provocar desconforto nos músculos e articulações portanto, fique atento a dores, caimbras, fraqueza, rigidez ou qualquer outro desconforto nas zonas indicadas.

Asma

Um mal nunca vem só, certo?! Caso já tenha este problema, o mofo vai com certeza despoletar sintomas mais do que é habitual e, caso o corpo responda com uma reação alérgica, as consequências podem ser graves, uma vez que as vias respiratórias se podem contrair.

Olhos inflamados

Nota os seus olhos irritados e/ ou vermelhos? Talvez alguma sensibilidade à luz? Pois bem, quando os esporos (unidades de reprodução dos fungos) “andam” pela sua casa, é normal que encontrem uma via de acesso direta ao seu organismo, que é o mesmo que dizer... os olhos. Ora, o fungo vai irritar as membranas mucosas dos olhos, acabando por os irritar, inflamar, causar visão turva e, por conseguinte, conjuntivites e outras doenças.

Pele

As reações ao fungo irão depender de pessoa para pessoa e, infelizmente, também se podem manisfestar através da pele. Zonas na pele avermelhadas e com comichão, urticária, erupções cutâneas ou outro género de reação alérgica podem acontecer. E não se iluda, pode passar com medicamentos, mas o problema vai persistir!

Alergias

Costuma ter alergias sazonais? Então vai ficar pior! O seu organismo está debilitado, com as defesas mais fracas e mais susceptíveis aos efeitos negativos do fungo. Portanto, caso nunca tenha tido alergias e começou a ter ou já as tem e parece que andam “descontroladas”, veja como anda a sua casa.

Falta de lembrança

Como se não bastassem todos os outros problemas, também o cérebro pode vir a sofrer consequências graves. A constante inalação das micotoxinas vai fazer com que se sinta mentalmente mais cansado, desorientado e com algum esquecimento, uma vez que os tais esporos podem causar inflamação no cérebro. A longo prazo tal pode causar insónia, ansiedade, perda de memória, entre outras condicionantes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.