Uma das vantagens de cultivar esta planta em casa, na varanda, no terraço ou no jardim é a possibilidade de extrair o gel que ela produz. Esta substância natural tem muitas propriedades. É um antioxidante natural, podendo ajudar na prevenção das doenças cancerígenas. Para além disso, ajuda no combate a constipações, à asma e à azia, sendo ainda uma fonte de vitaminas e de ácido fólico. Para além de ser anti-inflamatório, este gel é hidratante. Aplicado na pele, acalma as queimaduras e ajuda a regenerar a derme.

Para extrair gel de aloé vera, que poderá usar de várias formas, tomar em xarope ou aplicar na pele e/ou no cabelo, por exemplo, vai necesitar de uma tesoura de poda, de uma faca, de uma varinha mágica ou de um liquidificador, de um recipiente de vidro e de um coador. Para poder extrair esta substância, a planta deve ter, pelo menos, três anos. Depois, pode aplicá-la na pele ou no cabelo, como máscara hidratante. Há quem adicione umas gotas aos dermocosméticos que usa no dia a dia. Os fabricantes não aconselham.

Também pode usar este líquido viscoso e ligeiramente pastoso para fazer um xarope caseiro, juntando uma colher de sopa de mel e uma colher de sopa de rum ou de uísque ao equivalente a cinco colheres de sopa deste gel. Se esta substância de origem botânica for extraída para ser aplicada na pele, deve ser utilizada de imediato, para não perder propriedades. O xarope elaborado com este gel vegetal pode ser guardado durante cinco dias no frigorífico, desde que armazenado num recipiente fechado hermeticamente.

Passo a passo para extrair o gel do aloé vera

1. Corte uma folha de aloé vera. Deve escolher, idealmente, a que está mais em baixo, junto à terra, na base da planta.

2. Lave bem a folha de aloé vera para retirar todos os resíduos de terra e de pó que possa ter.

3. Corte a folha de aloé vera longitudinalmente dos dois lados, no limite da superfície, para lhe retirar os espinhos laterais. De seguida, corte-os em pequenos retângulos. Deve poder observar o gelo em todas as superfícies laterais dos pedaços que cortou.

4. Mergulhe os retângulos em água corrente para retirar as impurezas, retire-os, abra-os e raspe o gel com o auxílio de uma colher ou esprema-os para um recipiente. Em alternativa, pode descascá-los, remover o interior gelatinoso e transparente e triturá-lo num liquidificador ou com recurso a uma varinha mágica.

5. Coe o líquido obtido. Independentemente do método que elegeu anteriormente, será sempre necessário coar este gel antes de qualquer utilização.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.