Com a chegada desta estação, regressam os dias mais frescos e mais chuvosos. Se nos meses de verão é a rega a exigir maiores cuidados, nesta fase do ano, uma das épocas mais trabalhosas para qualquer aficionado da arte bonsai, as preocupações maiores são outras. Enquanto que o grande destaque recai nas cores outonais dos áceres e das caducas em geral, existem, no entanto, importantes trabalhos a realizar nas coníferas antes da chegada do inverno, como vai poder constatar de seguida.

Rega

Com a chegada das primeiras chuvas e temperaturas mais amenas, a necessidade de rega é cada vez menor. Contudo, esta estação representa, por norma, um período de grande atividade radicular para qualquer árvore, devendo vigiar diariamente a necessidade de água e regar adequadamente os seus exemplares.

Adubação e fitosanidade

O início do outono é a altura ideal para realizar a última adubação sólida, de base orgânica. A adubação com fosfito potássico, adubo PK, logo a partir do primeiro mês, ajudará os bonsai durante a letargia invernal. A utilização de fungicidas, foliares e radiculares, também é importante nesta altura do ano como medida preventiva. Vigie diariamente as suas árvores e assegure-se de que trata o problema com o produto adequado.

Transplante

Apesar de se poder realizar, não é, todavia, aconselhado pela maior parte dos especialistas, sendo preferível aguardar pelo início da primavera. Caso se trate de um transplante de emergência, garanta que tem condições para proteger o seu bonsai durante o período de inverno, sobretudo de chuvas intensas e de geadas.

Localização

Se a temperatura baixar demasiado, pondere recolher os bonsai de interior, sobretudo no caso das serissas e das carmonas. As restantes espécies devem permanecer no exterior, ainda que protegidas de frio intenso, sobretudo as espécies como os sobreiros e as oliveiras.

Poda e aramação

O início do outono é a altura ideal para realizar trabalhos em coníferas. Nesta fase, que pode ter início a partir de meados de setembro, recomenda-se a limpeza das agulhas dos pinheiros e a realização dos necessários trabalhos de estilização. Pode, igualmente, proceder à limpeza das agulhas velhas do pinheiro-branco-japonês e, também, trabalhar a maior parte dos espécimenes de Juniperus.

No caso das variedades botânicas folhosas e das caducas, deve aguardar pela chegada do inverno para realizar as podas de estruturação necessárias. O mês de outubro é, ainda, ideal para realizar alguns trabalhos em plantas jovens, sobretudo de aramação do crescimento. Pode também, nesta fase de transição do calor do verão para o frio do inverno, realizar diversos trabalhos de madeira morta.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.