Há várias explicações para as vidas passadas: se estiver ligado à sua memória subconsciente, pode perfeitamente reviver e partilhar experiências vividas por um parente que já partiu à bastante tempo, sendo também possível sintonizar-se com qualquer pessoa que tenha vivido noutra época. Por exemplo, os médiuns podem obter várias informações através dos registos akáshicos. Estes são comparados com auras gigantes que se situam à volta do globo terrestre e onde são armazenadas as recordações, experiências e pensamentos de todos os seres humanos enquanto vivem na terra.

O ser humano enquanto alma nasce e morre inúmeras vezes, é através destas encarnações que vai aprendendo lições que lhe serão úteis de encarnação para encarnação, podendo assim tornar cada vez mais agradáveis as reencarnações. Todas as experiências vividas noutras vidas mesmo que muito traumáticas, estão connosco nesta vida, e são responsáveis por alguns dos nossos comportamentos e reações.

O cristal pode ser o instrumento imprescindível para que possamos obter informações acerca das nossas vidas passadas, durante a meditação.
Uma das técnicas que poderá usar para ter acesso a uma experiência vivida anteriormente, é a seguinte: antes de entrar na meditação profunda, faça uma pergunta acerca de uma outra vida ou experiência. De seguida entregue-se profundamente à meditação, concentre-se na sua pergunta, não faça várias perguntas ao mesmo tempo, limite-se a fazer uma de cada vez.

Veja a continuação do artigo na próxima página

Com a ajuda do cristal estará cada vez mais relaxado, este deverá estar colocado no pescoço, perto dos plexos solares, junto ao coração, ou mesmo na sua mão. Com a ajuda do cristal irá concerteza conseguir encontrar as respostas para as suas perguntas.

Deve formular cada uma das perguntas no mundo dos sentidos lógico racional, e transportá-las para a memória subconsciente, e esta por sua vez retirará toda a informação que necessita das células. O seu cristal irá ampliar todas essas informações. Através desta emissão vinda da sua alma, na qual não consegue ouvir definidamente as vozes, só lhe chegam murmúrios e ruídos não identificados, mas com a ajuda do seu cristal a visão e audição tornam-se muito mais claras, dando-lhe mesmo a sensação de estar a viver naquele momento todas as recordações que está a ter, as imagens são para si nítidas e lúcidas e muito reais. A experiência de regressão pode ser algumas vezes um pouco traumática pois poderá ver-se a enfrentar problemas ou mesmo entre a vida e a morte, mas a visão destas experiências só nos é permitida quando estiver realmente preparado para as reviver. É bastante difícil lidar com situações nas quais se tenha sido mau para alguém, ou nas quais se tenha sofrido muito. É bastante complicado reviver uma situação na qual se foi torturado ou perseguido, todos nós em alguma vida anterior, já experimentamos tudo o que é de bom e mau.

A regressão pode também servir como tratamento de fobias e medos, para os quais não encontramos nesta vida nenhuma razão lógica que os expliquem.
Por exemplo: vamos supor que um dos seus grandes medos é a água, este pode estar perfeitamente relacionado, com uma morte por afogamento que tivesse ocorrido noutra vida, e que lhe deixou grandes marcas traumáticas. Com a ajuda do seu cristal, e revivendo esses acontecimentos, pode conseguir ajudar a curar essas velhas feridas e desbloquear definitivamente a sua mente.

O uso dos Cristais não prescinde as indicações do seu médico

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.