O SOM – E A SUA CAPACIDADE DE EQUILÍBRIO ORGÂNICO

Já muita gente descobriu e sabe que o som é parte integral da nossa vida. Porém, o ruído, que é sempre uma corruptela do som primordial, não é equilibrador nem saudável!

Sabem muitas pessoas que, desde tempos remotos, os indivíduos usam os sons para fornecer informações a respeito do mundo que os cerca, e para comunicar entre si. Os sons existem na nossa vida desde sempre, até como criança não nascida… Por exemplo, os sons provenientes das batidas cardíacas do coração da nossa mãe…

Realmente, vivemos num mundo de sons – audíveis e inaudíveis, sons harmoniosamente musicais e, também caóticos, estranhos e familiares, exaustivos e agradáveis, que podem estilhaçar e curar.

O som é movimento. Mais especificamente, o som é impulso vibracional, motivado a partir do movimento dos objectos que se movam para lá e para cá, ou possam oscilar, como a oscilação de um simples pêndulo. Basicamente, o som é a movimentação de átomos e de moléculas. Os sons provenientes de vários objectos, desde as frágeis asas de um mosquito (por exemplo) até ao balanceamento incessante das árvores pelo vento forte, originam-se sempre do movimento de milhões de átomos e de moléculas, que compõem tais corpos. Efectivamente, e para que se possa perceber definitivamente a matéria, todos os sons advêm de objectos tão pequenos quanto os átomos, ou de grandes como um planeta.

Na Ciência Clássica – o som é definido como a capacidade que leva ao trabalho, ou seja, a fazer as coisas acontecerem. Um objecto em curso, normalmente faz com que “as coisas aconteçam”, devido à energia provocada pelo seu próprio movimento. Portanto, sendo o som resultado directo dos movimentos vibratórios dos objectos, é um tipo de energia cinética que pode ser caótica ou desordenada, fraca ou intensa. Na Medicina Moderna – um feixe de som vibrátil e alto pode ser precisamente focalizado a fim de que as pedras do rim ou da vesícula biliar sejam compelidas à vibração e à explosão mineralizada. Em suma, é a natureza do som, nesse nível energético, que conta numa vastíssima gama de efeitos estudados e a estudar sobre o corpo e a própria mente.

Veja na próxima página a continuação do artigo..

O som existe num estado de dualidade ou de polaridade, num nível individual e total. O vaivém, a expansão e a contracção, as forças centrífugas e centrípetas, o designado “para cima” e o apelidado “para baixo”, a energia e a matéria são todas essas as manifestações da dualidade da existência. A Astrofísica Moderna – confirma essa teoria por meio da existência dos classificados “buracos negros” e “buracos brancos” do espaço intergaláctico, no qual a matéria é infinitamente consumida e recriada. Essa polarização ou dualidade é o estado primordial da existência, que penetra profundamente o Cosmos.

Ao longo das últimas três décadas, terapeutas e psicólogos (assim como eu com o meu gongo tibetano), têm ajudado os seus pacientes a observarem como a natureza musical afecta as emoções humanas e o espírito dos homens. Naturalmente, que o leitor(a) pode ser capaz de descobrir e adaptar essas observações científicas às suas próprias circunstâncias.

Por favor, siga a natureza e o espírito deste texto, como uma simples introdução às maravilhas da musicalidade que há em tudo à nossa volta, e partilhe da alegria que haja em si e, porque não, também desgosto, com os outros seres vivos… Por favor, ouça!... Primeiramente, permaneça em silêncio durante algum espaço de tempo… E, depois, tudo virá por acréscimo!

Experimente!
Bem-haja!

Carlos Amaral

Veja as entrevistas com o autor no Programa SAPO Zen:

Convidado Carlos Amaral

O Autor:

Carlos Amaral, Venerável Lama Khetsung Gyaltsen

Mestre em Naturopatia;Especializado em Medicina Ortomolecular; Medicina Homeopática; Medicina Homotoxicológica; Medicina Ayurvédica e Tibetana;Doutorado em Religiões Comparadas e em Metafísica;Investigador em Psicologia Transpessoal & Regressão Memorial;Professor de Budismo, Meditação Tibetana, Raja-Yoga, Kryia-Yoga e Karma-Yoga; Autor e Palestrante.

Contactos:

email:carlos.amaral@netvisão.pt

http://www.tsong-kha-pa.com/index.hmtl

967 552 386
912 120 868

Coordenação de Conteúdos:
Heloisa Miranda
email: sapozen@sapo.pt
Veja o programa SAPO Zen: zen.sapo.pt

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.