O Anjo Poyel rege entre o dia 27 e 31 de dezembro e a sua essência é proteção, fortuna, talento e modéstia que permite materializar a modéstia e simplicidade a todos os que alcançam compreender a Verdade Eterna, através do reconhecimento do espírito de Luz que somos.

Na Invocação pedimos ao Anjo Poyel: quero que os meus lábios exprimam, Senhor, somente o que é digno; quero que o meu Verbo mostre, os que me escutam, a profundeza da Tua Obra; quero que em relação a Ti, todos os que recorrem a mim encontrem um apoio.

Na Exortação Poyel diz-nos: quero que tu estrutures, com Vontade firme, as normas da minha Lei, das Dez Palavras do Meu Livro.

Os seus dons são, entre outros, qualquer coisa que se peça, renome, fortuna, saber filosófico e espiritual, poder expressar-se corretamente, outorga um humor agradável, modéstia e moderação, proteção contra o desejo de se elevar presunçosamente sobre os outros.

Excertos do livro "Invocações e Exortações dos Anjos da Guarda"

Filomena Raposo

anjosdaguarda@sapo.pt

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.