O anjo Imamiah rege entre os dias 8 e 12 de dezembro e a sua essência é expiação dos erros que nos leva a procurar a quem prejudicamos e a devolver-lhe o que lhe tirámos. E o erro é encerrar as pessoas em sociedades sectárias e obrigá-las a viver de acordo com um código que lhes coarcta a liberdade emotiva. A batalha termina quando nos libertamos das prisões e inimigos internos e nos devolvemos a nós próprios à liberdade.

Na invocação pedimos ao anjo: Imamiah, Senhor, que os meus inimigos compreendam que não faço parte do mundo deles… quero ser o operário, o operador consciente da construção do Teu Mundo, o construtor iluminado do Teu Santuário.

Na exortação o anjo Imamiah diz-nos: peregrino, através de Mim as almas regeneram a sua virgindade. Eu acolho os que chegam fatigados da sua peregrinação humana e batem à porta do Eterno. Da Eternidade estendo-te a mão para te fazer entrar nas fileiras do Povo Eleito.

Os dons do anjo Imamiah são, entre outros: destruir o poder dos inimigos; proteção nas viagens; proteção aos prisioneiros; protege os que procuram a verdade; ajuda a não cair na grosseria, maldade e orgulho.

Excertos do livro Invocações e Exortações dos Anjos da Guarda.
Filomena Villas Raposo
anjodaguarda@sapo.pt

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.