Onde é que ainda nos iludimos e temos medo de acreditar de que somos os únicos responsáveis por a mudança?

Esta energia de dúvida é que nos ainda faz vacilar e acreditar que de algum modo não temos escolhas.

Como se houvesse medo de acreditar…

Mas uma outra força contrária se opõe à negatividade, uma que remove todos os obstáculos que o ego cria, essa traz VIDA... FÉ... FORÇA... VONTADE...

Deveremos saber navegar com mãos firmes no leme do coração e embora a mente não entenda como, os novos ventos nos impulsionam para essa nova atitude.

Uma energia que dirige a nossa vontade de transcender o ego que duvida, claro que requer força e pulso para quando o vento mudar de direção , não percamos o norte.

Como dizem vocês?

Bom, primeiro é preciso não duvidar, embora essa emoção queira controlar pela mente, a mente que tem medo de sair da zona de conforto da passividade.

Essa passividade é a grande máscara do sacrifício.

Mas outra força nos dirige e nos faz sentir essa vontade de nos libertarmos.

Então precisamos não duvidar e depois sermos práticos, aqui e agora o que posso fazer por mim para melhorar a minha vida e é só nessa direção que ocupamos a mente… mais nada...

Aí sim,  tomamos o leme da vida e agarramos a nova energia na força e vitalidade para agir e mudar.

Só assim o peito abre e SENTE essa vontade dirigida com amor por nós, já sem vacilar, sem duvidar.

Já chega de ficar a lutar com o ego, a ocupar a mente com justificações e vitimizações para provar que não pode fazer nada.

Respirar fundo e abrir os braços quando vem a vontade, a vitalidade.

Meditar, entrar dentro e estabelecer um contacto mais genuíno quando vem a dúvida, para sentir porque se instala dentro da nossa mente.

O que move a dúvida?

O ego que não se rende ao seu poder e prefere ficar nas lutas, conflitos com o exterior.

Sim, para mudarmos, temos que nos munir da afirmação, mas não para provar e ficar preso nas guerrinhas do ego e sim agir com firmeza por amor a nós próprios.

O nosso ego de conflito é que nos mantém presos à culpa, exigência e vitimização.

Bora lá pessoal, existe uma força fantástica a ajudar-nos a sair desse papel e agirmos com firmeza, mas sem dureza, sem frieza.

Hum... Pois é ser firme mas sensível é o grande desafio... Parecem forças desconectadas dentro de nós...

Temos que começar a reuni-las no mesmo barco...

Um Abraço cheio de vitalidade e Amor,

Ruth Fairfield

Sobre a autora:

Ruth Fairfield é meu nome e considero-me uma cientista cósmica, pois os astros sempre me encantaram desde muito nova, dedico a minha vida a criar dinâmicas de consciência da influência evolutiva do mundo da energia cósmica e como podemos acompanhar toda a transformação interna , gerir o livre arbítrio, com o mapa da estrada da vida, a matriz astrológica, a impressão digital da nossa alma...

Fiz a formação de astrologia no Quiron, escola de astrologia gerida por Maria Flávia de Monsaraz, várias formações com Alan Oken, José Luis de Nascimento e outros...

Criei uma forma de mesclar todo o conhecimento de astrologia Esotérica, psicológica, kármica e médica e criar uma leitura do movimento da energia num sentido pratico e dinâmico de forma a ajudar as pessoas a conhecerem-se, criarem autonomia e gerirem a sua mudança... a criarem vitalidade, vontade e entrega na sua vida quotidiana…

 

Incondicionalmente rendida ao Universo e às Leis da Vida....

Ruth Fairfield

 

Contactos:

Ruth Fairfield

966425493/914632063

Sunshineruth@gmail.com

https://www.facebook.com/ruth.fairfield

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.