Tudo o que vale a pena leva tempo a construir. A Lua Cheia em Balança ensina o impaciente Sol em Carneiro a saber esperar que a primavera traga as desejadas flores e os primeiros frutos.

A Lua Cheia representa o ponto máximo de energia de todo o ciclo lunar, sendo por isso um período em que muitas pessoas se sentem mais agitadas, com os nervos à flor da pele e maior propensão para ter insónias e um estado de tensão cujas causas nem sempre conseguem identificar. A Lua Cheia é favorável para dar a conhecer projetos, para dar passos importantes na esfera pessoal e nas áreas relacionadas com a carreira e a vida material, e para tomar decisões cujo impacto pode influenciar e até alterar o curso das nossas vidas. Aquilo que foi iniciado há duas semanas, na fase de Lua Nova, poderá ganhar agora maior expressão, vindo à luz do dia ou assumindo um destaque especial.

Este mês, a Lua Cheia ocorre às 18:48 do dia 28 de março e está no signo Balança que, sendo o signo da harmonia, da sensibilidade e do romantismo, pode ajudar a clarificar situações e a trazer apaziguamento a áreas em relação às quais nos sentíamos mais inseguros. É a primeira Lua Cheia deste novo ano astrológico, que começou com o Equinócio da Primavera, no dia 20 de março, o que faz com que seja particularmente importante na medida em que dá a tónica para aquilo que os próximos meses irão trazer-nos.

A Lua Cheia em Balança opõe-se ao Sol em Carneiro, o que faz com que estejam em destaque os relacionamentos - Balança corresponde, na roda zodiacal, à Casa VII, que diz respeito às relações que estabelecemos com os outros, enquanto Carneiro é o primeiro signo do Zodíaco e, por isso, é aquele que mais se centra na noção de "Eu", no indivíduo em tudo o que o caracteriza e que o distingue dos restantes.

Para além disso, esta Lua Cheia, em particular, forma alguns aspetos astrológicos significativos com outros planetas e asteroides:

- A Lua forma um trígono com Saturno (que também forma um sêxtil ao Sol), o que, sendo um aspeto harmonioso, pode ajudar-nos a alcançar uma postura de maior maturidade em relação a assuntos importantes, incidindo particularmente sobre a área afetiva, já que a Lua diz respeito às emoções e ao nosso mundo interior. Podemos, finalmente, conseguir ver alguma situação de uma forma mais madura, mais "adulta" e responsável, já que Saturno ajuda-nos a ter maior sentido de responsabilidade e disciplina, assumindo os nossos compromissos connosco próprios com maior certeza e determinação.

- É uma fase favorável para assumir um compromisso amoroso sério, para um noivado ou para tomar uma decisão importante no que diz respeito ao futuro amoroso. Esta Lua Cheia pode também ser determinante para compreender a importância que um parceiro ou relacionamento tem na sua vida. Um relacionamento iniciado nesta fase tenderá a ser sério e duradouro.

- A Lua opõe-se a Quíron, o asteroide que representa as feridas que trouxemos de vidas passadas, que está em conjunção com o Sol. Este aspeto pode trazer-nos a consciência de padrões kármicos que afetam a nossa vida afetiva e, embora possa pôr em destaque dores e mágoas, irá oferecer-nos a oportunidade de superá-las e de ganhar a coragem necessária para tomar decisões que, por difíceis que sejam, são necessárias. Quer o Sol, quer Quíron estão em Carneiro, o signo da coragem, da valentia e do impulso, o que pode trazer-nos uma valiosa ajuda para superar alguns limites que aceitámos ou que nos impusemos a nós próprios;

- Para além de Quíron, também Vénus se encontra em Carneiro e em conjunção ao Sol, o que ajuda a ter maior facilidade de expressão de sentimentos e a clarificar aquilo que sentimos, até para nós próprios. Com amor, esta Lua Cheia pode ajudar-nos a conciliar aspetos que estavam em desarmonia ou que pareciam ser totalmente dissonantes dentro de nós, permitindo-nos esclarecer situações que são determinantes na dinâmica de um relacionamento. O facto de a Lua estar em oposição a Vénus pode, por outro lado, pôr em destaque as nossas carências afetivas, fazendo-nos baixar os nossos padrões, ou criar atritos num relacionamento, causados pela instabilidade e pelas flutuações de humor.

Esta Lua Cheia pode ser especialmente determinante para curar um coração partido e mágoas amorosas.

- A Lua forma um trígono a Marte e ao Nodo Norte, ajudando-nos a agir de forma mais assertiva e determinada, e mais alinhada com o nosso propósito de vida, com aquilo que viemos cumprir nesta vida na Terra.

Os signos que sentirão os efeitos desta Lua Cheia de forma mais intensa são:

- Balança - poderá haver uma importante transformação dentro de si no que diz respeito às suas relações mais próximas e à forma como as vive;
- Carneiro - terá agora a possibilidade de superar bloqueios provocados por dores que há muito tempo carrega dentro de si, libertando-se de assuntos que o magoam;
- Capricórnio - poderá enfrentar alguma tensão e dificuldades em fazer-se ouvir e/ ou compreender pelos que lhe são mais próximos;
- Caranguejo - terá tendência para querer isolar-se, mas será necessário expressar o que sente, mesmo que não seja capaz de fazê-lo da maneira mais eficiente ou que o ajude a conseguir encontrar maior harmonia não só com os outros como, também, consigo mesmo.

Aproveite esta Lua Cheia para:

- Ouvir a voz do seu coração e compreender aquilo de que ele precisa;
- Estimular a proximidade com as pessoas que vivem consigo;
- Valorizar os compromissos afetivos, reconhecendo a sua importância na nossa vida;
- Definir limites numa relação, de forma diplomática e ponderada;
- Estreitar os laços que o unem aos que lhe são mais próximos, enfrentando assuntos que precisam de ser resolvidos;
- Superar mágoas do passado, aceitando e perdoando, para que possa finalmente libertar-se delas;
- Encontrar soluções justas e equilibradas para todos;
- Agir de forma ponderada e sensata;
- Redecorar a sua casa, embelezando-a (Balança é regido por Vénus e, como tal, a Lua Cheia em Balança enfatiza o bom-gosto e o sentido estético, ajudando a que todas as atividades relacionadas com a beleza fluam de forma a obter resultados mais satisfatórios).

Nesta Lua Cheia deve evitar:

- Remoer feridas antigas, insistindo na mesma resposta ou maneira de reagir;
- Agir por impulso e com base no medo ou no egoísmo;
- Impôr o seu ponto de vista sem ouvir os demais;
- Correr riscos ou pôr outros em risco.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.