Uma vez que o Fogo, Elemento exaltado no verão, tem um forte poder transmutador de energia, ele pode também ser usado para "queimar" aquilo que o incomoda, aquilo de que deseja libertar-se na sua vida. Entregue as suas preocupações ao fogo e veja-as reduzirem-se a cinzas.

O fogo é responsável pelos processos alquímicos, sublimando os elementos e criando uma nova vida. É ele que transforma os alimentos, cozinhando-os e criando a base do nosso sustento. Por isso, este é um período ideal para "alimentar" aquilo a que deseja dar forma na sua vida, o que deseja ver ganhar força e consistência.

Acenda uma vela, de preferência amarela, azul ou verde, cores associadas ao Solstício de Verão, e concentre-se na chama, mentalizando os seus pedidos, que pode dizer em voz alta ou escrever num papel, o qual deve queimar na chama da vela ou colocar debaixo desta.

Uma vez que nesta altura do ano as plantações atingiam a sua força máxima, estando depois prontas para serem colhidas, existia a tradição antiga de colher ervas no dia do Solstício de Verão, pois acreditava-se que estas seriam mais fortes. Se tiver a possibilidade de dar um passeio no campo, componha um belo ramo, que irá proteger a sua casa.

As plantas especialmente associadas ao Solstício de Verão são a Erva-de-São-João, a salva, a menta, o manjericão, a lavanda e o girassol. Componha um ramo com elas, faça uma decoração especial para a sua casa, ou queime algumas destas ervas, deixando que o fumo purifique o seu lar.

A força criadora da vida está em destaque, por isso o Solstício de Verão é ideal para renovar os votos de matrimónio, formalizar uma relação ou assumir um romance.

Esta é também a altura ideal para realizar rituais de proteção. Se possui um ou mais amuletos, deve expo-los à luz solar durante todo o dia e toda a noite, para ganharem mais força.

Faça o seu amuleto protetor no Solstício de Verão:

Junte um raminho de arruda, outro de manjericão e outro de sorva (aquele arbusto que tem muitas bagas vermelhas), e una-os com uma fita vermelha. Guarde tudo dentro de um saquinho pequeno, de pano branco. Deixe-o durante todo o dia no parapeito da janela, para absorver a energia positiva do Sol. Traga este amuleto sempre consigo, ao longo de todo o ano.

No Hemisfério Norte, o Solstício de Verão acontece sempre por altura do dia 21 de junho (pode oscilar um dia), marcando o início do verão.
Em termos energéticos, este é o dia em que a energia do Sol é mais forte e mais expressiva, porque é o dia que tem mais horas de luz.

A partir do Solstício de Verão as noites começam lentamente a ganhar horas, crescendo até ao equinócio de outono (que acontece em setembro). Ou seja, a partir desta data a energia do Sol vai perdendo força, embora ainda esteja no seu máximo nos dias que se seguem ao solstício.

O Solstício de Verão vem sempre acompanhado pela entrada do Sol no signo Caranguejo, aquele que está mais ligado às emoções, ao lar, à família, aos afetos, e à criatividade. Isso faz com que este período favoreça de forma especial o contacto com os nossos sentimentos, ajudando-nos a compreender melhor quem somos e do que precisamos.

Esta é a altura do ano em que a vida nos convida a reconhecer a abundância com que somos abençoados: ao reconhecermos e sentirmos gratidão por tudo aquilo que temos e que tantas vezes damos por garantido, abrimos o nosso coração para que possamos receber muito mais.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.