Sol a 16º do signo tropical de Escorpião em oposição à Lua a 16º de Touro.
Plenilúnio com o Sol em conjunção com Vénus, Mercúrio, Nó Lunar Sul em Escorpião em oposição a Úrano, Lua e Nó Lunar Norte em Touro.

Este Eclipse forma uma Cruz em T com Saturno em Aquário, acentuando questões sociais e coletivas de maior impacto e relevo nas atuais eleições americanas, o ciclo Saturno/Úrano rege um dos principais biorritmos dos EUA e estamos no mês da última quadratura entre estes dois astros. Saturno em Aquário fala-nos da lei, dos regimes sociais e da gestão da democracia. O lado de sombra desta energia revela-se em posições e atitudes de cariz autocrata e em sistemas ditatoriais.

As questões sobre o clima, o aquecimento global, a produção, a alimentação humana e animal, e o eco sistema ganham uma maior atenção neste período, naquilo que diz respeito à energia de terra do signo de Touro. Úrano em Touro pede renovação, energias verdes, limpas e renováveis, uma maior aproximação com o planeta Terra, com a Natureza e o sagrado feminino.

Escorpião fala-nos de reciclagem, limpeza, purgação e exterminação daquilo que já não serve mais para o nosso desenvolvimento tanto a nível pessoal como social. O momento é adequado para largarmos vícios e velhos hábitos que já se encontram obsoletos.
Esta energia ao serviço do Todo, possibilita a transformação e a regeneração, levando a uma melhor distribuição da riqueza e dos valores sociais e coletivos. No seu lado sombra, indica a perpetuação do poder monopolizado, o enriquecimento ilícito e desproporcional e o desrespeito pela vida e pelos valores fundamentais do ser humano.

A resolução do eixo de Escorpião-Touro passa pelo desapego e por uma nova valorização do binómio vida/morte, para tal seria necessário uma grande transmutação de valores assente numa ecologia do Ser, o que pressupõe a integração de valores espirituais nas nossas vidas.
Até que cheguemos a esse ponto, teremos a continuação de guerras, conflitos, e acentuadas desigualdades, para percebermos o que querermos criar realmente neste mundo que nos acolhe e no qual habitamos.

Agora que as aparências do mundo sensível se ocultam (eclipse lunar), estaremos em condições para ver mais longe e avançar no sentido da transformação do ser ou iremos continuar amarrados à nossa forma de sobrevivência, a uma sustentabilidade antinatural e inadequada que nos mantêm constantemente ocupados, na maior parte das vezes em piloto automático como se não houvesse amanhã!

Este eclipse pede o despertar da essência individual de cada um, saída da Cruz em T em Leão, ao mesmo tempo que reavaliamos certos valores e as condições coletivas em que vivemos através da conjunção de Júpiter e Neptuno em Peixes.

Como epílogo, Úrano fala-nos do despertar individual, dos processos de desvelamento e revelação, daquilo que é realmente importante trazer à luz para que a verdade do ser se volte a manifestar nestes tempos confusos e conturbados.

Luís Resina
Lx 8-11-22

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.