O solstício de inverno corresponde à noite mais longa do ano, aquela em que as horas de exposição solar atingem o seu ponto mínimo. A partir dessa data, que marca o início do inverno, os dias vão lentamente sendo maiores, porque começamos a receber mais tempo de luz solar. Embora esta mudança seja tão gradual e subtil que passa despercebida no dia a dia, a alteração energética que se opera a partir dessa data é sentida por nós a um nível subconsciente. Geralmente, só nos apercebemos que os dias estão a crescer lá para o final de janeiro, quando notamos que ao entardecer começa a haver luz solar.

Esta mudança ocorre no dia do solstício, que significa “sol parado” porque, devido ao movimento que a Terra descreve em torno do Sol e em torno de si própria, é como se ele estivesse parado (na verdade, o Sol não se move, é a Terra que gira em torno dele mas, porque vemos a partir da Terra, temos a ideia de que é o Sol que se move), uma vez que atinge o ponto de maior afastamento da Terra, considerado em relação à linha do Equador. Se estiver sol no dia do solstício de inverno, as sombras projetadas no chão são mais longas que nos outros dias, porque a inclinação da Terra é maior.

Os primeiros povos, que adoravam vários deuses pagãos, veneravam o Sol como deus e tinham importantes celebrações nesta data. Os romanos festejavam Saturno, protetor das colheitas, a quem pediam que o inverno não fosse muito rigoroso e que houvesse abundância de alimento. Esta festa chamava-se Saturnália, começava a 17 de dezembro e durava 7 dias, sendo tradicional oferecer presentes e visitar familiares e amigos próximos. Os Romanos festejavam também, neste período, o deus Mitra (Mithras), um deus associado à luz e ao combate às trevas. A adoração a este deus tem origem no Oriente e, devido às guerras e batalhas, chegou a Roma através dos soldados, que passaram também a prestar-lhe culto. O culto a Mitra confundiu-se com a adoração ao deus Apolo, a quem chamavam Sol Invictus – o Sol invencível, cujo nascimento se assinalava a 25 de dezembro.

Compreendendo o significado desta data, é possível perceber que esta efeméride celebra a luz, o regresso do Sol, que volta a ganhar tempo na Terra, e a promessa de boas colheitas devido à sua força criadora.

Como aproveitar a energia do solstício de inverno?

- Acenda uma vela, com a intenção de agradecer a abundância que já existe na sua vida: a saúde, o alimento, a casa, a proteção, a família, o amor, o trabalho.
- Peça proteção e luz para a sua vida e para os seus, concentrando-se naquilo que deseja que o inverno faça desenvolver na sua vida.
- Decore o seu lar e o seu espaço de trabalho com objetos simbólicos que evoquem a força criadora do Sol: velas, objetos dourados, o cristal pedra do sol.
- Esta celebração está associada ao nascimento, pelo que representa um período favorável para dar início a projetos, tanto a nível profissional como na esfera pessoal.
- Escreva num caderno as suas metas para o ano que está prestes a começar, os seus sonhos e ambições.
- Escreva, também, aquilo que está disposto a mudar na sua vida, o que gostaria que fosse diferente e o que pensa que pode melhorar.
- Faça um ritual simbólico de renovação, organize a sua casa libertando espaço para que novas energias possam entrar.
- Purifique o seu lar queimando louro, uma planta associada à vitória e ao sucesso. Faça-o com cuidado, usando um recipiente adequado (um prato largo de barro, por exemplo, ou uma frigideira que já não use).
- Acenda simbolicamente uma vela lamparina em cada divisão, ou velas amarelas e vermelhas, cores quentes associadas à energia criadora. Não as deixe sem vigilância, uma vez que se trata de um ritual simbólico, no qual está a convidar a energia do Sol a entrar em sua casa e a “aquecê-la”, não precisam de estar acesas mais do que alguns minutos.
- Aqueça o seu coração, fazendo algo que lhe traga alegria e conforto. Pode ser escrever ou telefonar a um amigo, visitar uma pessoa querida, passar mais tempo a brincar com os seus filhos ou com o seu animal de estimação, ler, desenhar, cozinhar – o que quer que seja que lhe faça sentir que a vida vale a pena.

Feliz solstício!

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.