O governo holandês está a negociar com as empresas uma medida para incentivar (ainda mais) a utilização da bicicleta como meio de transporte de deslocação casa-trabalho, com o objetivo de reduzir drasticamente o uso do automóvel.

“A minha ambição é garantir que as pessoas possam ir facilmente até ao trabalho, à escola, visitar a família ou amigos. A bicicleta tem um contributo muito importante na acessibilidade e na saúde. Reduz o tráfego e dá possibilidade a que os trabalhadores com menos rendimentos possam ter o seu próprio meio de transporte”, explicou a ministra das Infraestruturas, Stientje van Veldhoven.

Num comunicado, Van Veldhoven explicou que quer "estimular o ciclismo" e atrair os turistas para que usem as ciclovias: “Quero que, juntos, façamos mais de três mil milhões de quilómetros de bicicleta”, propôs.

De acordo com números oficiais, mais de metade das viagens de carro em todo território holandês são trajetos inferiores a 7,5 quilómetros diários, uma “boa distância para se fazer de bicicleta”.

Bicicleta na cidade holandesa de Maastricht
créditos: Pixabay

O objetivo é implementar este incentivo económico até setembro de 2019. Os departamentos de infra-estruturas, ambiente e economia juntaram forças para negociar com grandes empreendedores holandeses, dirigentes de multinacionais com sede naquele país e PME’s de forma a que “as regulações tributárias em vigor se ajustem aos que optem por esta medida e se ofereçam incentivos“. O governo holandês anunciou, em 2018, mais de 100 milhões de euros no orçamento para a construção de ciclovias e, acima de tudo, para criar estacionamento de bicicletas.

Uma das coisas mais prazerosas de viajar na Holanda, além da sua beleza, oferta cultura e hospitalidade, é movimentar-se pelas ruas e pontes em cima de uma bicicleta. Nem a chuva, frio ou sol ardente podem tirar o romantismo do pedalar neste país.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.