William Cane é o pseudónimo de Michael Christian, um advogado que surpreendeu ao lançar um livro sobre beijos na década de 90, agora reeditado em edição de luxo nos Estados Unidos, dado o sucesso atingido ao ser traduzido em 19 línguas.

Um site e um DVD sobre técnicas de beijos completam a sua actividade e dedicação a um acto que considera essencial nos dias de hoje, mas que está em desuso.

"O beijo é uma maneira incrível de comunicação não verbal. As pessoas conseguem exprimir amor através de um beijo", refere o especialista em entrevista ao brasileiro Claudio Pucci e adianta ainda existirem formas diferentes de se beijar conforme os países: "Na Europa e na America Latina é mais comum o beijo público e existe uma variedade muito maior de beijos. No Ártico os esquimós beijam mesmo com o nariz para sentir o cheiro da outra pessoa. No Pacífico Sul, nas ilhas Trobriand, morde-se o lábio alheio enquanto se beija."

Mas para William Cane, o grande segredo está em beijar no pescoço, já que 96% das entrevistadas o mencionou contra 10% dos homens que não lhe dá muita importância. Uma situação a rever nas relações futuras...

1 de Março de 2010

Veja ainda:

Auto-estima

Armani escolhe Ronaldo para anúncio de lingerie

Tony Blair na Louis Vuitton

Tendência boyfriend está a pegar

Diz-me quem és, dir-te-ei o teu penteado

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.