Mulheres oriundas das 18 províncias de Angola e vítimas de acidentes com minas antipessoais participaram, em Luanda, no concurso de beleza Miss Landmine - uma forma diferente de alertar a Comunidade Internacional para o flagelo que as minas representam naquele país, depois de sucessivas guerras civis.

Augusta Urica foi a vencedora do concurso que pretende ainda apelar à sociedade para ajudar a dar qualidade de vida às vítimas.
Seleccionada segundo um critério um pouco diferente dos concursos de beleza convencionais - orientado para os conhecimentos e cultura geral-, a vencedora recebeu flores das mãos da Primeira Dama, Ana Paula dos Santos, esposa do presidente angolano José Eduardo dos Santos.

Todos os dias, em Angola, morrem cerca de uma dezena de pessoas, vítimas da explosão de minas antipessoais. Um flagelo que mutilou perto de 100 mil cidadãos. Por detonar, permanecem ainda cerca de dez milhões de minas no território.

Fotos: Lusa / EPA (3 de Abril de 2008)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.