Na urbanização do Casal de Vila Chã, na Amadora, nos subúrbios de Lisboa, um morador dá concertos e põe música a partir da varanda. A maioria dos vizinhos aplaude mas também há residentes que já se queixaram à polícia. "Isto dura há uns dias mas esta noite foi pior, lançaram fogo de artíficio ali no meio da praceta. Isto é um perigo, para além da barulheira que é", lamentou ao Modern Life/SAPO Lifestyle um dos moradores, que prefere manter o anonimato com receio de represálias.

Tal como já tinha sucedido ontem, ao longo das últimas horas foram várias as reclamações que chegaram à Divisão da Amadora da PSP. "Nós fomos lá, o probema é que a música terminou de imediato e não conseguimos saber quem era", confirmou também ao Modern Life/SAPO Lifestyle fonte policial. Os agentes que estiveram no local não conseguiram identificar o animador de serviço mas, na sua página de Facebook, Flávio Martins, publicou o vídeo de uma das atuações.

"Dou concertos grátis, durante a quarentena", publicitou. "Sétimo dia em casa, que nunca falte a boa disposição", escreveu ainda. "Adoramos os concertos", elogia Helena Barreiros, uma das moradoras. "Continue vizinho, antes da hora de chegar a polícia", incentivou Paula Moreira, outra das residentes da urbanização. "A música ainda é o menos, agora lançarem ali fogo de artíficio no meio dos prédios é que não", contesta um dos que esta noite se queixaram às autoridades policiais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.