A ideia surgiu do médico Nathan Grills, da universidade australiana Monash, que com esta pesquisa pretende alertar para alguns males da sociedade actual.

Na sua opinião, a imagem actual do Pai Natal promove a obesidade e a condução de veículos sob efeito de álcool e em alta velocidade.

Neste sentido, protagonizou um estudo com a intenção de sensibilizar as pessoas para a necessidade do Pai Natal emagrecer, estudo esse agora publicado no British Medical Journal.

"Uma figura que é tão conhecida em todo o mundo quanto a do Pai Natal tem o potencial de influenciar pessoas, especialmente crianças, e transmitir a mensagem de que não faz mal beber e ser obeso», argumenta Grills.

Para o médico, a solução é simples: o velhinho de barbas brancas mais famoso do mundo só tem de reduzir o consumo de calorias e trocar o seu trenó por uma bicicleta.

18 de Dezembro de 2009

Veja ainda:

Lisboa recebe três "Óscares de Turismo"

Prémio Nobel de Economia para uma mulher

A mulher de 2049 será baixa,gorda e fértil

Aprenda a conhecer-se

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.