O Congresso de Neurologia que decorreu em Lisboa lança o alerta para uma doença benigna, mas que afecta o dia-a-dia e a produtividade de todos os que sofrem deste mal. A enxaqueca, que atinge 20 por cento das mulheres e 10 por cento dos homens, é uma patologia clínica que pode ser controlada, apesar de estar afecta a factores exógenos como as mudanças climáticas, mas também à ingestão de álcool, à falta de sono e à carência de alimentos.

Outrossim importante são as questões psicológicas, tal como ficou patente no encontro que reuniu 350 especialistas oriundos de várias áreas clínicas.

11 de Janeiro de 2010

Veja ainda:

Mulheres mais preocupadas com a saúde enquanto homens com a aparência

Durma muito melhor

Antibióticos

Eles mentem e elas também

Perceba o que o seu médico lhe diz

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.