Segundo informação da Pordata, base de dados da Fundação Francisco Manuel dos Santos, as mulheres estão em maioria no que diz respeito à população residente em Portugal, casam cinco anos mais tarde do que em 1970 e têm menos filhos.

Os dados que reportam a 2009 referem ainda que elas ganham menos do que os homens nos quadros superiores e são as mais afectadas pelo desemprego.

Amanhã, 8 de Março, dia da Mulher, comemora-se também os cem anos desde a Conferência de Copenhaga quando foi instituída oficialmente esta efeméride.

Um pouco por todo o país pululam comemorações. O Movimento Democrático de Mulheres organiza um conjunto de iniciativas que procuram mobilizar as mulheres portuguesas para a defesa dos seus direitos e celebrar uma data fundamental para a emancipação das mulheres em todo o mundo. Assim, por volta das onze haverá uma distribuição de flores no Chiado e às 14:30 um cordão humano co-organizado com a União dos Sindicatos de Lisboa, em direção à residência do primeiro-ministro, em São Bento.

Em Coimbra, o Centro de Formação do Sindicato dos Professores da Região Centro comemora com uma reflexão sobre a igualdade/desigualdade de oportunidades que ocorrem em vários sectores de actividade, incidindo este ano no tema “A Mulher e o Desporto”.

7 de Março de 2011

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.