Uma Nice com curvas mais generosas vai ornamentar as 5.130 medalhas de ouro, de prata e de bronze que serão distribuídas aos atletas nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro.

"O Rio de Janeiro é uma cidade cheia de curvas, com o mar, as colinas, como o corpo da mulher brasileira. Por isso, dei mais curvas a Nice, fiz coxas mais grossas e ancas mais largas", declarou Nelson Carneiro, 60 anos, escultor encarregado pela produção das medalhas na Casa da Moeda brasileira.

Como é costume desde os Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, umas das faces da medalha olímpica representa Nice, com o Partenon grego em segundo plano, "mas cada país faz a sua adaptação", justificou o escultor, acrescentando que "é uma medalha especial feita para o maior evento do mundo".

Redondas, com 8,5 cm de diâmetro e um centro em relevo, as medalhas olímpicas pesam 500 gramas, mais 100 gramas do que nos Jogos Olímpicos de Londres,em 2012, sendo as mais pesadas da história da competição.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.