No mundo digital de hoje, as PME em Portugal enfrentam o desafio para ter destaque, mas também a oportunidade de alcançar uma audiência vasta e diversificada através das redes sociais. Com 45% das empresas com dez ou mais funcionários já presentes nas redes sociais, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), a importância de uma estratégia de marketing digital bem delineada é inquestionável.

Um facto impressionante é que oito milhões de portugueses são utilizadores ativos de internet, com uma média de 8,5 contas em redes sociais cada um. Este panorama indica um enorme potencial de mercado e sublinha a necessidade de conteúdo digital cativante. O Instituto Português de Administração de Marketing (IPAM) destaca que 85% das empresas já utilizam as redes sociais, evidenciando a sua relevância.

A escolha das redes sociais adequada é muito importante. O LinkedIn é ideal para o segmento B2B, enquanto o Instagram serve melhor as empresas que conseguem utilizar uma imagem visual que seja apelativa. Por exemplo, uma florista em Portugal usou o Instagram para divulgar arranjos florais e viu um aumento significativo nas vendas online, e uma padaria que partilhou o processo de produção de pão no Facebook conseguiu expandir muito a rede de clientes.

Não é suficiente escolher a plataforma certa; o conteúdo é fundamental. Publicações relevantes e envolventes, como infográficos, estudos de caso e artigos, são essenciais para envolver o público. A regularidade das publicações e a interação com os seguidores fortalecem a presença online e a fidelidade dos clientes. Um exemplo disso é uma pequena loja de moda no Porto que, ao manter um calendário de publicações no Facebook e interagir com os comentários dos clientes, notou um aumento na retenção dos mesmos.

Monitorizar o desempenho online e ajustar as estratégias de conteúdo são práticas cruciais. Uma imobiliária no Alentejo, por exemplo, mudou o foco dos seus posts no LinkedIn para assuntos de maior interesse do seu público-alvo, o que resultou em maior envolvimento e conversões.

As redes sociais são uma ferramenta poderosa para as PME em Portugal, permitindo-lhes não só aumentar a visibilidade, mas também fomentar relações longas e impulsionar as vendas. A presença nas redes sociais transcendeu a opção, tornando-se uma necessidade nos negócios atualmente.

Ainda assim, é vital compreender que as redes sociais, apesar de oferecerem um grande alcance, podem não ser pertinentes para todos os tipos de negócio. Para aqueles que não vendem online, a presença digital continua a ser essencial para triunfar no mercado físico. Ter um perfil nas redes sociais permite que os clientes encontrem informações relevantes sobre a empresa a qualquer hora, ampliando a acessibilidade e a visibilidade do negócio.

Principalmente o público mais jovem, muito ativo na internet e nas redes sociais, demonstra o poder deste meio. Uma presença digital equilibrada pode alavancar objetivos e atingir metas de vendas. Estamos numa nova era de globalização digital, onde o mundo online tem um impacto sem precedentes em todos os aspetos dos negócios.

Para concluir, as redes sociais oferecem inúmeras vantagens, incluindo:

  • Alcance global;
  • Maior notoriedade;
  • Resposta e feedback imediatos;
  • Construção de marca;
  • Relação próxima com o público-alvo;
  • Canais de comunicação diretos e interativos;
  • Difusão rápida de conteúdo;
  • Interação direta com o público;
  • Marketing e promoção eficazes;
  • Oportunidades de networking profissional.

Um artigo de opinião de Miguel Raposo, CEO do Grupo Digital Right.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.