Não estava, provavelmente, à espera de me ouvir dizer aquilo. E eu continuava a tentar explicar-lhe qual de nós dois estaria na vida dela para sempre.

- Porque hoje és tu o homem que ela ama, mas amanhã poderás não ser… - Continuei, enquanto ele se contorcia levemente no seu desconforto.

- …Eu sei… - Respondeu-me.

- Sabes, quando eu estou triste, nos meus momentos de fraqueza e desespero, lembro-me das quatro mulheres da minha vida e um sorriso triunfante volta a invadir-me o rosto. Sinto o amor delas mesmo sem as ver ou ouvir. É uma espécie de ritual mágico que me devolve a consciência de que há um pequeno e poderosíssimo grupo de pessoas que me vão amar incondicionalmente até ao fim dos tempos.

- Eu não tenho isso… - comentou ele, com alguma tristeza no olhar.

- É por isso que te digo que, esteja ela com quem estiver e  faça o que fizer, há uma riqueza suprema  que a faz ser tão poderosa: sabe que tem quem a vá apoiar sempre em cada escolha e atitude… mesmo que não seja a mais correta. Ela, como eu, tem uma fortaleza para onde poderá sempre ir para se protejer e restabelecer das tempestades da vida… e essa fortaleza, são as verdadeiras amigas!

Sei que este homem, cuja estrutura provavelmente abalei com tão sentidas palavras, é merecedor do amor da minha amiga. Afinal é um corajoso guerreiro que mantém “batalhas” diárias para ser feliz ao lado de uma mulher que de fácil trato pouco tem. Mas é bom que todos os homens saibam que qualquer mulher que tenha uma verdadeira amiga, supera tudo na vida!

Ana Amorim Dias

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.