Anualmente, cerca de 70 mil milhões de animais são sacrificados globalmente para consumo humano, mas sabe quantos são abatidos em Portugal?

De acordo com dados da DGAV (Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária), no ano de 2018, o número de total de indivíduos (mamíferos e aves) mortos em Portugal foi de quase 257 milhões, no total, cerca de 25 vezes a população do nosso país (10 milhões).

Já os seres aquáticos, capturados para consumo, ascendem a mais de 128 mil toneladas, segundo dados do INE. Este número não contempla a captura ilegal ou os indivíduos capturados e descartados, nem os capturados fora de portos nacionais.

Numa publicação da Associação Vegetariana Portuguesa, lê-se que as aves são os animais mais sacrificados em Portugal, com os números a ascenderem às centenas de milhões, todos os anos. Nos últimos anos, com o crescimento do alarme público em relação a carnes vermelhas, o consumo de carnes de aves aumentou e, assim, também o número de indivíduos sacrificados para consumo humano.

Todos os dias, quase um milhão de aves são abatidas para fins de consumo humano. Pegando em alguns exemplos particulares, a cada dia, são mortas 871 mil galinhas, 16.752 patos e 13.985 perus.

Em Portugal, todos os dias mais de 45 mil mamíferos são mortos para consumo humano. Desses, 6396 são indivíduos ainda no início de vida: bovinos juvenis e leitões. Mais uma vez, para conseguirmos intuir a dimensão do abate destes animais sencientes, recorremos a algumas médias por dia, hora ou minuto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.