Facilidades na venda. Dificuldades no cumprimento

Sempre que quiser saber o preço do seu crédito verifique a taxa de juro. No caso dos cartões a taxa de juro é muito elevada porque o credor está a assumir muito risco. Já reparou que nada impede um desempregado de utilizar o cartão de crédito? Mas mesmo que um cliente não consiga pagar o seu cartão de crédito, dificilmente um banco perde dinheiro com este produto. Pois todos aqueles que pagam compensam eventuais incumprimentos de terceiros. Aliás, os bancos fazem fortunas com a venda de cartões de crédito!

Quando é a altura de subscrever o cartão só encontra facilidades: descontos, prémios, milhas para viagens. Mas se por algum motivo deixa de conseguir pagar vai poder experimentar o tormento das linhas de cobranças. Não se esqueça que quanto menor for a modalidade de pagamento, mais tempo vai ter aquele montante sujeito a juros… e juros muito elevados!

Do total de créditos que existem, as taxas dos cartões de crédito são as mais altas do mercado. Por exemplo, num crédito habitação é capaz de encontrar taxas de 2%, mas nos cartões de crédito pode encontrar taxas bem acima dos 20%. Repare que nestas situações, em perto de 5 anos dobra o valor em dívida.

Custos

Muitas vezes temos cartão de crédito porque queremos aproveitar alguma bonificação (por exemplo: redução de spread), mas atrás dessa “poupança” vêm inúmeros custos e comissões que deixam de compensar. De todas as comissões associadas aos cartões, verifique com atenção as comissões associadas ao levantamento de dinheiro a crédito, o chamado cash advance. Qualquer comodidade que possa ter com este serviço ele poderá revelar-se altamente penalizados nas comissões cobradas. No entanto, tem sempre a possibilidade de utilizar o cartão de crédito sem custo. Verifique aqui como fazê-lo.

Cartão de crédito e consumismo

Há uma grande diferença entre consumo e consumismo. No consumo há uma ponderação e até preparação para a compra, por exemplo, poupar durante 3 meses para comprar a pronto e sem qualquer custo adicional (até quem sabe com algum desconto). No consumismo há uma decisão por impulso que é confortada com as facilidades de pagamento que abundam por aí. Os cartões de crédito são muitas vezes o instrumento preferencial para o consumismo. Por isso, tantas lojas têm cartões de cliente com financeiras por detrás.

Como livrar-se do peso dos cartões?

O Doutor Finanças tem ajudado centenas de casos de portugueses que querem livrar-se dos cartões de crédito e não sabem como. Sabia que é possível reduzir em cerca de 40% as prestações que tem com os seus cartões? Já pensou qual deveria ser o critério para definir o primeiro cartão a liquidar? Tem a certeza que sabe quais todos os cartões que tem em seu nome? Procure um diagnóstico gratuito do Doutor Finanças e rapidamente ficará a saber quanto pode poupar por mês na renegociação dos seus créditos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.