Ainda não é oficialmente verão, mas as elevadas temperaturas fazem adivinhar uma época balnear rigorosa. Boas notícias, exceto para quem não gosta de lidar com calor fora ou dentro de casa. Nem sempre é fácil arrefecer o interior da habitação sem despender muita energia. Regra geral, opta-se pelo ar condicionado ou pela ventoinha, no entanto com o IVA sobre a eletricidade mais elevado desde Setembro do ano passado, é fundamental baixar a fatura ao final do mês.

Alguns hábitos de manutenção e utilização melhoram a eficiência e têm impacto na conta a pagar. Conheça as dicas do livro “Gastar menos, viver melhor” da Deco para refrescar a casa por menos dinheiro.

Boas regras do ar condicionado

- Limpar o filtro. Melhora a qualidade do ar interior da habitação e reduz o esforço para colocar o ar a circular, o que reduz o consumo de energia. Limpe de duas em duas semanas.

- Verifique o nível de gás. Qualquer alteração na pressão de funcionamento, fugas ou defeitos no isolamento afetam a eficiência do aparelho. Por isso, uma vez por ano deverá contratar um profissional para verificar o nível de gás refrigerante.

- Posição estável. Se a unidade exterior estiver instalada num suporte específico, procure deixá-la numa posição estável, para que o aparelho não fique inclinado. Verifique a estabilidade com regularidade.

- Programe. Arrefecer uma divisão da casa com ar condicionado não demora muito tempo. Se quiser chegar a casa e já ter uma temperatura confortável, programe o aparelho para começar a funcionar meia hora antes.

- Regule. Se colocar uma temperatura no interior muito diferente da exterior, o aparelho terá de fazer um esforço de funcionamento maior e, consequentemente, aumenta o consumo de energia.

Veja na página seguinte:Alternativas ao ar condicionado

Alternativas ao ar condicionado

- Privilegie a ventilação natural. Abra as janelas se fizer mais calor dentro da habitação do que no exterior. Aproveite a noite para o fazer, já que as temperaturas baixam.

- Evite o sol dentro de casa. Faça os possíveis para que o sol não entre diretamente nas divisões. Para tal, equipe as janelas expostas ao sol com portadas, toldos ou persianas. Segundo o livro da Deco, esta técnica é mais eficaz do que fechar as cortinas no interior. Feche durante o dia e reabra quando o sol já não incidir nesse lado da casa.

- Isole a casa. Um bom isolamento é útil contra os calores estivais. Se colocar uma camada de material isolante, com 15 a 20 centímetros de espessura, no telhado, verá que as temperaturas vão baixar.

- Adira à plantação. A vegetação nas fachadas ou no telhado (trepadeiras, cobertura vegetal, etc) contribui para regular naturalmente a temperatura.

- Opte pela ventoinha Se não estiver muito calor no exterior, recorra às ventoinhas. Não refrescam o ar, como um sistema de ventilação, mas atenuam o calor por um custo inferior, já que são mais baratas e consomem menos energia. As ventoinhas de teto são mais eficazes, pois asseguram uma melhor circulação do ar.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.