Preços mais altos nos bens e serviços levam a que muitas pessoas procurem formas de poupar dinheiro da maneira que puderem. Embora poupar dinheiro pareça bastante fácil e concreto, por vezes cometem-se erros fundamentais quando se tenta economizar, acabando até por ter o efeito oposto, ou seja, prejudicam-se as finanças em vez de as melhorar.

Para poder poupar mais, alertamos para quatro erros que pode estar a cometer e que o impedem de poupar tanto como gostaria.

1. Poupar em despesas essenciais

Um dos grandes erros que as pessoas cometem é cortar em despesas essenciais e preventivas. Por exemplo, hoje poderá estar a poupar dinheiro ignorando um check-up simples no dentista. No entanto, se isso levar a problemas dentários que poderiam ser evitados mais cedo, a poupança que fez previamente irá transformar-se num custo a longo prazo.

Poupar alguns euros hoje em coisas fundamentais pode levá-lo a correr o risco de ter de fazer um grande esforço financeiro mais tarde, quando existem muitas formas de poupar dinheiro.

Por isso, é aconselhável que poupe em produtos não essenciais, mas que não poupe em check-ups regulares e medidas de prevenção.

2. Comprar barato sem pensar na durabilidade

A melhor maneira de economizar nem sempre passa por optar pelo que tiver o preço mais baixo.

Embora funcione durante algum tempo, a solução para economizar dinheiro é aprender a comprar o que lhe oferece mais valor. Comprar as ferramentas que duram apenas um ou dois anos, em vez de gastar o dobro em ferramentas que duram uma vida inteira, acaba por custar mais a longo prazo, uma vez que elas precisam de ser substituídas várias vezes.

O preço é apenas um fator que deve considerar ao fazer uma compra. Outros fatores importantes incluem o tempo que o produto vai durar, o tipo de garantia que tem, e a frequência de utilização. Assim, para poupar dinheiro, compre algo pelo valor que terá e não só pelo preço.

3. Apertar o cinto naquilo que mais gosta

Antes de cortar custos porque precisa do dinheiro, pense que ter orçamento para fazer algo de que gosta é importante para a sua vida emocional.

Aprender a reduzir os custos associados a hobbies ou produtos, sem abrir mão deles, é outra maneira de começar a poupar mensalmente.

Assim, considere os hobbies que tem e de que forma pode economizar nos mesmos, sem deixar de os fazer (por exemplo, reduzir a frequência para diminuir a mensalidade ou comprar menos produtos ao longo do ano). Se tiver mesmo de deixar, crie formas de ter mais folga mensal para poder voltar a fazer aquilo de que gosta.

4. Poupar sem ajustar o estilo de vida

Quando se fala na importância da poupança, deve pensar na poupança como um exercício a longo prazo.

Faça um plano para poupar todos os meses, para que se torne um hábito hoje e no longo prazo, e não tanto como uma ação para cobrir uma emergência.

De forma a não cometer os mesmos erros, pense no estilo de vida que tem atualmente. Muitas vezes, os hábitos de consumo limitam a poupança que desejamos. Assim, se ajustar o estilo de vida, poderá criar melhores hábitos de poupança, aumentando a probabilidade de sucesso ao longo do tempo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.