Ainda não existem respostas relativamente ao futuro económico do país. Apesar dos apoios anunciados pelo Estado, o clima ainda é de incerteza. Foram muitas as empresas que aderiram ao lay-off, famílias que acederam à moratória de crédito e muitos portugueses que se viram ficar mesmo sem rendimentos.

Perante este cenário e uma possível crise económica, é importante que mantenha um plano de poupança. E se acha que chegou o momento de anular esta poupança, reveja antes. reveja primeiro os seus encargos financeiros para perceber onde pode poupar, pois por mais pequena que seja a quantia, é sempre importante.

  • Controle as receitas e os gastos 

Chega o fim do mês e não sabe para onde vai o seu dinheiro? Se a resposta é afirmativa, saiba que é importante começar a controlar o que ganha e o que gasta através do planeamento do seu orçamento familiar. É através deste orçamento que vai conseguir descobrir as despesas desnecessárias, o que é essencial, onde pode cortar e onde pode poupar. Este planeamento vai ajudá-lo a estar mais consciente das suas decisões financeiras.

  • Elimine ou reduza serviços desnecessários 

Quanto dinheiro gasta em coisas que não utiliza? Quando souber exatamente no que está a gastar, será mais fácil livrar-se de despesas desnecessárias. Podem parecer apenas 20, 30 ou 40 euros, mas que vão fazer toda a diferença.

Por exemplo os serviços de streaming - seja de filmes, séries ou música -, ginásio, serviços de mobilidade partilhada, entre outros... As mensalidades destes serviços, quando isoladas, até podem parecer não causar mossa no orçamento. Mas já fez as contas? No final do mês, a conta pode ser elevada.

Todos os serviços devem estar na lista de despesas mensais do seu orçamento familiar. Depois, avalie quais são mesmo essenciais e quais pode cortar, reduzindo assim os seus gastos.

  • Poupe no que não está a gastar

Com o isolamento em casa, foram várias as rotinas que viu serem afetadas. No entanto, veja isso como uma oportunidade para poupar, uma vez que muitas delas lhe faziam gastar dinheiro. Por exemplo, a deslocação para o trabalho, as refeições fora ou o café.

Se utilizava os transportes, também não precisa de comprar o passe para já. No caso de se descolar de carro, está a poupar no combustível, portagens e estacionamento.

Assinale no seu orçamento familiar estes gastos que, por enquanto, estão suspensos.

  • Reduza a prestação dos seus créditos

Se tem vários créditos, como por exemplo, um crédito para o seu computador ou algum eletrodoméstico e ainda cartões de crédito, é natural que, especialmente nesta fase, o conjunto de todas estas prestações pese no seu orçamento. No entanto, saiba que pode poupar se juntar todos os créditos num só através da consolidação de créditos.

A consolidação surge como uma ferramenta para ganhar alguma folga orçamental todos os meses ou simplificar transformar todos os créditos num só com melhores condições e uma prestação fixa mais baixa.

A dimensão da poupança dependerá sempre do caso em concreto. Mas é possível reduzir os encargos de forma considerável. Em alguns casos a poupança supera mesmo os 60%, ainda que, este valor não seja o habitual.

Seja como for, o resultado da consolidação de crédito é sempre poupança.

  • Procure as melhores condições no crédito habitação

Sabe qual é o spread do seu crédito? É de 1,4%? Aproveite as ofertas do mercado e obtenha melhores condições, com a transferência do seu crédito habitação.

A maior vantagem desta transferência passa por poder ter um crédito com uma prestação mensal mais baixa. Ao ter uma nova proposta, poderá ter a oportunidade de reavaliar outros produtos que pode não utilizar ou que vale a pena repensar, como cartões de crédito, seguros de saúde e outros produtos que teve de adquirir na altura em que fez o seu crédito e que lhe impedem de fazer uma poupança significativa.

  • Não gaste mais do que é suposto em seguros 

Os seguros podem ser uma verdadeira fonte de poupança. Para isso, deve garantir que está a cobrir apenas os riscos que pretende cobrir e que não tem riscos excluídos que gostaria de ver protegidos. É também muito comum existiram coberturas duplicadas. Por isso, deve ler as apólices dos seus seguros para perceber se tem alguma duplicada e excluir a mesma.

Se tem um crédito habitação, o segredo em diminuir o encargo com o mesmo pode passar por renegociar os seguros associados ao mesmo. Pode manter o seu crédito habitação na atual entidade bancária e mudar os seguros para outra entidade, ou, até mesmo, transferir ambas as coisas. Investigue o mercado, pois pode obter mais poupança através dos seguros do que propriamente da taxa de crédito. Por exemplo, se tem um crédito habitação com um spread de 1.5%, ao realizar o seguro multirriscos, é-lhe atribuída uma bonificação de 0,1% no spread. No entanto, geralmente, os seguros nos bancos são mais caros e a bonificação não compensa financeiramente.

  • Reveja e renegoceie os contratos de telecomunicações

O seu tarifário de telemóvel ou o plano de televisão e internet, pode não ser a melhor solução no mercado, uma vez que podem existir planos mais baratos e adequados para si. Esta pode ser a altura de rever as condições do seu contrato e, quem sabe, fazer mudanças que lhe farão ter mais dinheiro ao final do mês.

Informe-se das várias soluções existentes no mercado e caso encontre uma melhor, contacte o seu fornecedor e tentar renegociar os valores do contrato.

Acrescentamos que o Governo legislou de forma a permitir que uma família que tenha visto os seus rendimentos diminuírem em 20% ou ter sido afetada pelo desemprego pode romper com o contrato de telecomunicações sem que tenha de compensar o fornecedor. Esta medida é temporária e só visa ajudar as famílias a superarem esta fase.

Há também vários meios de comunicação que adaptaram a sua estratégia. Sport TV, Eleven Sports e Benfica TV estão a oferecer mensalidades. Se é cliente, deve entrar em contacto com a sua operadora para saber qual é o procedimento. Ou então, pode simplesmente cancelar os canais e voltar a subscrever como se fosse um novo cliente. Para aqueles que não têm estes canais, podem ativá-los de forma gratuita.

Saiba também a data final dos contratos de telecomunicações, para poder renegociar os seus serviços para obter condições mais vantajosas para si, nomeadamente baixando o valor da fatura, ou descartando programas que não precisa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.