O sol nasce para todos e a conquista de uma posição não significa que os outros fiquem na escuridão... Competir é válido e legítimo desde que não se perca o respeito pela dignidade alheia. Desde que se iniciam os primeiros passos, o mundo deposita nas pessoas uma sucessão de cobranças e responsabilidades. O que começa com os pais a dizer "não", com o passar de anos as responsabilidades e outros, invadem a vida e moldam a personalidade. Com isto, é fácil a percepção e caracterizar o mundo como um campo de batalha e ter noção que quem se destaca é quem é mais inteligente, mais eficiente, mais forte, enfim... mais do que o outro. Faça por isso, mas faça-o acima de tudo por si. Para dar mais valor a si mesmo, para conquistar o que quer, para se motivar, para dar um bom uso às suas habilidades, mas nunca por despeito.

Esteja 'presente'

Nem sempre é fácil manter o focus no local de trabalho, mas pode ter a certeza que em alguma altura; reunião de trabalho, coffee break, etc; isto vai notar-se. O estar presente é tanto físico como mental e vai ditar o seu percurso e eficiência no emprego.

Seja estratega

Entenda que para alcançar os seus objetivos é preciso ter uma estratégia e não planear apenas na sua cabeça. Determine como, quando e o porquê de cada meta e conte com a ajuda de outros para o fazer.

Trabalhe menos e melhor

Esta é talvez uma das lições mais importantes que é necessário interiorizar quando se fala de trabalho: horas extras e dedicar-se o dobro não significa mais produtividade. O importante é que deixe de ser vítima do ambiente ou das situações e trabalhe de maneira mais eficiente.

Sinta-se poderoso

É importante que se sinta bem consigo mesmo e seja autêntico, quer seja no trabalho quer seja na vida pessoal. Coloque de lado a necessidade de se rotular e aproveite para conhecer outras pessoas em grupos de networking para fortalecer relações.

Networking é essencial

Crie relações com os seus colegas e/ou com outros grupos com interesses em comum, por forma a que haja uma partilha de informação e serviços.

Beneficie das suas características

É conveniente que saiba discernir quais são as suas melhores habilidades e competências, para assim as poder empregar e tirar o melhor proveito das mesmas.

Não tenha medo de dizer não

A tal resposta mais curta do mundo e, no entanto, tão difícil de dizer. Evite passar por situações em que não o diz e fica a sentir-se mal, arrepende-se, culpa os outros ou até provoca conflitos. Não tenha receio de dececionar os outros e liberte-se do peso da palavra. Esta também tem um lado positivo: assertividade, honestidade, segurança, objetividade e outros.

Delegar

Não é porque o trabalho não está a ser feito que é necessário que você o faça e resolva a situação, até porque as pessoas não vão saber se está extremamente cansada até notarem na sua produtividade. Por isso, não se sobrecarregue e delegue tarefas.

Não crie rótulos

Além de poder ser uma forma de bulliyng, só irá fazer com que não 'veja mais além' e seja alguém que não consegue pensar 'out of the box'. Tal como deve apreciar as suas particularidades e saber lidar com elas, também o deve fazer com os outros.

Valorize-se

Pode ser um cliché, mas esta atitude pode fazer toda a diferença no seu trabalho. Quando passa a ser reconhecido como o profissional que é e merecedor das suas conquistas, as outras pessoas vão aperceber-se disso também. Foque-se nas suas vitórias e não nas derrotas, porque se está onde está é porque merece.

Guardar