É claro que à medida que os tempos vão evoluindo, determinados temas e teorias ficam desvendados, mas é normal que dúvidas face a outros surjam. É a lei natural das coisas e do progresso. E no estudo do cérebro não é exceção, há muitas questões que já foram esclarecidas, mas ainda há dados por desvendar. No entanto, ainda há mitos que tendem a perdurar, quando já vai sendo altura de lhes colocar um ponto final.

A inteligência depende do tamanho do cérebro

Bom, se assim fosse, haveria determinados animais que seriam bem mais inteligentes que o Homem. Ou então, pegando o ser humano como exemplo, os homens têm um cérebro maior que o das mulheres e não têm mais habilidade cognitivas. O fator decisivo é a estrutura do córtex, o encéfalo e o cerebelo, bem como a maneira como a matéria branca está ligada à cinzenta.

O dano cerebral é permanente

O corpo humano é um verdadeiro milagre e prova isso diversas vezes. A sua capacidade de se regenerar é estrondosa, por exemplo. Um acidente grave de viação, por exemplo, pode levar à perda de neurónios, mas mesmo com a perda destes, as conexões nervosas – também conhecidas por sinapses – surgem novamente. Como é óbvio está-se a falar de uma forma generalizada porque tudo depende da extensão e localização dos danos criados. Mas uma coisa é certa, o cérebro, tal como outras partes do corpo, tem a capacidade de encontrar uma forma para colmatar o que foi afetado.

Só usamos 10% do nosso cérebro

Pelo menos é o que dizem nos filmes! Os exames de tomografia e ressonâncias magnéticas indicarem o contrário e demonstram que é possível verificar atividades mentais complexas em diversas áreas do cérebro.

O cérebro é a razão e o coração a emoção

Romantismos à parte, o cérebro é o maior responsável por regular a razão e a emoção. O coração é apenas uma bomba muscular que leva o sangue oxigenado aos tecidos e ao cérebro, não possuindo nenhum tipo de capacidade cognitiva.

É cinzento

O cérebro humano vivo possui massa cinzenta, massa branca, áreas avermelhadas e uma região preta. Por norma quando todo ele está cinzento é porque esteve exposto a produtos químicos para sua conservação.

Álcool mata as células do cérebro

Antes de mais, álcool em excesso faz mal! Isto nem sequer é discutível. Agora, o consumo de álcool ingerido socialmente não tem a capacidade de matar e, quanto muito, o seu excesso danifica as terminações nervosas.

As dores de cabeça têm a ver com o cérebro

Não, o cérebro não dói! As cefaleias ou dores de cabeça são incómodos nos músculos (à volta da cabeça e pescoço), vasos sanguíneos e meninges (membranas que protegem e revestem o sistema nervoso, medula, etc...).

As diferenças entre os cérebros das mulheres e dos homens toldam comportamentos diferentes

Mais depressa as diferenças são culturais do que propriamente biológicas, ou seja, as diferenças existentes num cérebro masculino e feminino são muito pequenas e por norma não são associadas a nenhuma habilidade específica. Inclusive, pode passar mesmo por uma questão de perceção, preconceito, machismo e com os inputs que cada um de nós vai recebendo desde que nasce.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.