Chegou recentemente a Portugal o Embryscope, uma incubadora de última geração que permite a vigilância contínua com captação de imagens de embriões em desenvolvimento. «O Embryoscope monitoriza e gera imagens em alta resolução, 24 sobre 24 horas por dia, dos embriões em cultura, permitindo obter informação contínua sobre a viabilidade/desenvolvimento do embrião e probabilidade de gravidez, em caso de tratamento de fecundação in vitro», explica Vladimiro Silva, embriologista clínico.

Sobre as vantagens, o especialista esclarece que «ao contrário do que acontecia antes, em que os embriões eram retirados diariamente para observação, num processo que os sujeitava a um choque térmico, com o Embryoscope as culturas de embriões não são retiradas da incubadora, diminuindo a sua manipulação e permitindo que a cultura decorra num ambiente otimizado e controlado».

«Nas clínicas estrangeiras, as taxas de sucesso de gravidez medicamente assistida aumentaram entre 20 a 50 por cento», esclarece Vladimiro Silva sobre os resultados desta inovação. Caca ciclo de tratamento tem um custo de 350 euros.

Revisão científica: Vladimiro Silva (embriologista clínico na Ferticentro, Centro de Estudos de Fertilidade em Coimbra)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.